UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/970

Title: Diversidade genética de estirpes de mycobacterium tuberculosis em pacientes com tuberculose nos distritos de Buzi e Manhiça, em Moçambique
Authors: Mucavele, Custódia Lina Sofar
Advisor: Nunes, Elizabete Abrantes
Vaz, Yolanda Maria
Keywords: Zoonose
M. bovis
M. tuberculosis
Estirpes
Spoligotyping
Moçambique
Zoonosis
Strains
Spoligotyping
Mozambique
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: MUCAVELE, C. L. S. (2008). Diversidade genética de estirpes de mycobacterium tuberculosis em pacientes com tuberculose nos distritos de Buzi e Manhiça, em Moçambique. Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: Em Moçambique, a tuberculose bovina constitui um dos problemas sérios de saúde animal. Não existe um programa efectivo de controlo da doença. Por outro lado, a incidência de casos de tuberculose humana tem sido crescente, verificando-se, simultaneamente, um aumento dos casos de Tuberculose multirresistente aos medicamentos e dos casos de coinfec ção TB-HIV. A convivência directa entre as famílias criadoras e o gado constitui uma ampla oportunidade para a transmissão zoonótica da infecção. Não se sabe até ao momento qual o impacto da tuberculose bovina (TB) na doença nos humanos, em Moçambique. As técnicas moleculares de diagnóstico, constituem actualmente, uma ferramenta útil no diagnóstico, nas investigações epidemiológicas e no desenvolvimento de programas de prevenção de doenças. Para avaliar o envolvimento do Mycobacterium bovis em humanos e fazer a caracterização genética das estirpes do Complexo Mycobacterium tuberculosis (CMT) circulantes no país, 123 amostras (culturas de Mycobacterium e espectoração) com baciloscopia positiva (BK+), foram submetidas à extracção do ADN, amplificação por PCR e posterior tipificação pela técnica Spoligotyping. Os padrões de spoligotipo encontrados foram analisados usando a base de dados internacional SpolDB4. Em 65% (79/123) das amostras extraiu-se com sucesso o ADN. Observou-se que o ADN proveniente de amostras clínicas era de baixa qualidade comparado ao extraído a partir de colónias. Não foi isolado o M. bovis entre as amostras submetidas a genotipagem. A caracterização molecular revelou que mais de metade dos isolados pertencia a 4 famílias predominantes de M. tuberculosis, T1 (16,5%), LAM (16,5%), S (12,5%), e MANU1 (7,5%), havendo uma grande diversidade genotípica. Algumas estirpes analisadas também foram identificadas nos países vizinhos. Os dados obtidos levam-nos a afirmar que as migrações e o HIV são apontados como factores de disseminação da TB em Moçambique. São discutidos os factores que possam comprometer o sucesso da técnica de spoligotipagem, e outros aspectos de diagnóstico.
ABSTRACT - In Mozambique bovine tuberculosis is a serious animal health problem but an effective control program of the disease does not yet exist. On the other hand, the incidence of Human tuberculosis, as well the multidrug resistant cases and the cases of co-infection with HIV are rising. The direct contact between families and the livestock in rural areas represent a wide opportunity for the zoonotic transmission of the disease. The real impact of bovine tuberculosis (BT) in the Human disease in Mozambique is unknown. The use of molecular techniques in diagnosis represents, at present, a useful tool for accurate epidemiological investigations and the development of preventive programs. To assess the involvement of Mycobacterium bovis in Human cases of pulmonary BT and to make a genetic characterization of the Mycobacterium tuberculosis Complex (MTC) strains circulating in Mozambique, 123 BK+ patient isolates (cultures of Mycobacterium in agar and sputum) were submitted to DNA extraction, amplification by PCR and genotyping using Spoligotyping. The Spoligotyping data were further analysed using an international database SpolDB4. DNA extraction was successful on 65% (79/123) of isolates. The DNA extracted from clinical samples was poorer in quality than those acquired from colonies. M. bovis cases were not observed in the isolates typed. Genotyping characterization showed a high diversity of strains, where 4 families of M. tuberculosis were most prevalent: T1 (16.5%), LAM (16.5%), S (12.5%) and MANU1 (7.5%). A significant number of spoligotypes were identical to profiles found in the region. The data reported showed that migration and HIV might be factors of dissemination of TB in Humans in Mozambique. Factors that can compromise the performance of Spoligotyping technique and other diagnosis aspects are discussed.
Description: Dissertação de Mestrado em Saúde Pública Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/970
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado
DPASA - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
CMucavele_VersãoFinal.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE