UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/947

Title: Enterite linfoplasmocítica canina
Other Titles: Canine lymphocytic-plasmacytic enteritis
Authors: Magalhães, Tiago Mendes de Lacerda Peixoto de
Advisor: Pomba, Maria Constança Matias Ferreira
Keywords: Cão
Diagnóstico de exclusão
Diarreia crónica
Inflammatory Bowel Disease
Enterite linfoplasmocítica
Dog
Chronic diarrhea
Exclusion diagnosis
Inflammatory bowel disease
Lymphocytic-plasmacytic enteritis
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: MAGALHÃES. T. M. L. P. (2008). Enterite linfoplasmocítica canina. Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: O termo doença inflamatória intestinal crónica (Inflammatory Bowel Disease – IBD) reflecte um conjunto de doenças que se caracterizam por sinais gastrointestinais persistentes ou recorrentes e evidência histológica de inflamação gastrointestinal focal, multifocal ou difusa, sem causa conhecida. A inflamação pode atingir o estômago, intestino delgado ou cólon, sendo caracterizada histologicamente por número aumentado de células inflamatórias na lâmina própria da região afectada. A enterite linfoplasmocítica representa o tipo mais comum de IBD e, tal como o nome indica, é caracterizada por infiltração da lâmina própria por linfócitos e plasmócitos, embora também possam estar presentes outras populações de células inflamatórias. A etiologia desta patologia continua ainda por esclarecer, suspeitandose que resulte de uma desregulação do sistema imune intestinal, despoletada por uma interacção de factores genéticos, ambientais e imunoreguladores, que resultam na perda de tolerância oral a antigénios alimentares e microbianos no lúmen intestinal. O sinal clínico mais frequente é diarreia crónica de intestino delgado, embora vómito e perda de peso sejam também comuns. Pela sua definição, a enterite linfoplasmocítica é uma afecção idiopática, e é diagnosticada por exclusão, o que dificulta o seu diagnóstico. Não existem alterações características na maioria dos exames complementares de rotina, e o seu papel principal é a eliminação de diagnósticos possíveis. O diagnóstico definitivo apenas pode ser realizado por biópsia e observação de infiltração da lâmina própria por linfócitos e plasmócitos. O tratamento consiste geralmente de terapia imunossupressora, antibioterapia e maneio dietético, embora casos ligeiros consigam por vezes ser geridos apenas com terapia antibiótica ou dietética. Como complemento ao estudo bibliográfico, foram analisados 4 casos clínicos de enterite linfoplasmocítica. Não ocorreram diferenças relevantes entre os achados clínicos reportados na bibliografia e os casos reportados. O grande problema ligado a estes casos clínicos deveu-se à dificuldade em eliminar todas as causas conhecidas de inflamação intestinal e assim diagnosticar uma afecção idiopática. Em um dos casos foi realizado um diagnóstico posterior de linfoma intestinal, o que levanta dúvidas se ocorreu um erro no diagnóstico inicial ou se se estava perante uma evolução de uma patologia inflamatória para uma patologia neoplásica.
ABSTRACT - Inflammatory Bowel Disease (IBD) is a term which reflects a number of diseases characterized by persistent or recurrent gastrointestinal signs with histological evidence of focal, multifocal or diffuse gastrointestinal inflammation, without known cause. The inflammation can target the stomach, small intestine or large intestine, and it is histologically characterized by increased numbers of inflammatory cells in the lamina propria of the affected region. Lymphocytic-plasmacytic enteritis represents the most common type of IBD, and as its name says, it is characterized by infiltration of the lamina propria with lymphocytes and plasma cells, though other inflammatory cell populations can also be present. The etiology of this conditions its still not completely understood, but it is suspected that results from a disregulation of the intestinal immune system, triggered by an interaction of genetic, environmental and immunoregulator factors, which result in the loss of oral tolerance to luminal dietary and microbial antigens. The main clinical sign is chronic small bowel diarrhea, although vomiting and weight loss are also common. By its definition, lymphocyticplasmacytic enteritis is an idiopathic disorder, and it’s diagnosed by exclusion, which difficults its diagnosis. There are no characteristic changes in the most part of the tests commonly performed, and their purpose is mainly to eliminate other possible diagnosis. The definitive diagnosis can only be made by intestinal biopsy and evidence of lamina propria infiltration by lymphocytes and plasma cells. The treatment usually consists of immunosuppressive drugs, antibiotics and dietary management, although mild cases can sometimes be managed by antibiotic or dietary therapy alone. As a complement to the bibliographic study, 4 lymphocytic-plasmacytic enteritis cases were analyzed. There weren’t relevant differences between the clinical findings mentioned in the literature and the clinical cases. The biggest problem in these cases was due to the difficulty in eliminating all the known causes of intestinal inflammation, and so diagnosing an idiopathic disorder. In one of the clinical cases, a late diagnosis of intestinal lymphoma was performed. This arises some questions regarding the correctness of the first diagnosis, whether it was an evolution of an inflammatory pathology to a neoplasic pathology or not.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/947
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Enterite Linfoplasmocítica Canina.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE