UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/939

Title: Cólicas em equinos: tratamento médico vs cirúrgico - critérios de decisão
Authors: Pedrosa, Ana Rita Ponce Álvares de Águeda
Advisor: Prazeres, José
Dias, Graça Maria Leitão Ferreira
Keywords: Cólica equina
Tratamento médico cirúrgico
Parâmetros de diagnóstico
Equine colic
Medical surgical treatment
Diagnostic parameters
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: Pedrosa, A. R. P. Á. A. (2008). Cólicas em equinos: tratamento médico vs cirúrgico - critérios de decisão. Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A cólica, ou dor abdominal aguda, é um sinal inespecífico que pode ter origem em disfunções do tracto gastrointestinal ou outras que não envolvam o mesmo, sendo neste caso denominada “falsa cólica”. A cólica é responsável pelo maior número de mortes em equinos, à excepção de morte por idade avançada. A etiologia das doenças do tracto gastrointestinal dos equinos que levam à cólica é complexa e diversa. Ainda por explicar permanecem alguns deslocamentos intestinais ou torções e impactações. Na prática clínica diária a maioria dos casos de cólica tem causa desconhecida, mas em geral, resultam da distensão do intestino por ingesta, gás, fluidos ou devido a uma interrupção da motilidade normal do intestino (Íleo). Os casos mais severos podem também resultar de danos da parede intestinal por processos de isquémia, inflamação, edema ou enfarte. No diagnóstico desta afecção existem vários parâmetros que devem ser avaliados, tais como: grau de dor; distensão abdominal; frequência cardíaca, respiratória e características do pulso; coloração das membranas mucosas; tempo de repleção capilar; temperatura rectal; motilidade gastrointestinal; refluxo gástrico; achados à palpação rectal; hematócrito; concentração plasmática de proteínas totais; concentração plasmática de fibrinogénio; contagem de leucócitos; quantificação electrolítica; análise de gases sanguíneos; quantificação das enzimas séricas; concentração de lactato plasmático; características do fluido peritoneal recolhido por abdominocentése; achados ecográficos; achados radiográficos; achados à endoscopia; achados à laparoscopia; e análise fecal. O objectivo deste trabalho consistiu no estabelecimento de pontos orientadores na difícil decisão da terapêutica a adoptar na cólica equina, analisando os vários parâmetros de diagnóstico que, conjuntamente, permitem alcançar um diagnóstico mais preciso da afecção em causa e como tal, poder tomar-se uma decisão mais acertada quanto ao tratamento a seguir, seja ele médico ou cirúrgico. No estudo efectuado sobre 13 casos de cólica abdominal, verificou-se que os casos cirúrgicos foram acompanhados de uma dor mais violenta, e apresentaram frequências cardíacas e tempos de repleção capilar superiores aos dos pacientes que necessitaram apenas de tratamento médico, enquanto que a concentração plasmática de proteínas totais foi superior nos casos médicos. Dos resultados do estudo efectuado e de outros estudos já previamente existentes concluiu-se que quando existe um grau de dor severa, achados anormais à palpação rectal e ausência de resposta à terapêutica analgésica, deve-se referenciar o paciente para cirurgia, mesmo que a frequência cardíaca, coloração das membranas mucosas, tempo de repleção capilar, e análise do fluido peritoneal estejam dentro dos valores normais.
ABSTRACT The colic, or acute abdominal pain, is a non specific sign which can be originated by several disorders of the gastrointestinal tract or others that do not regard this last one, in which case the colic is named “false colic”. The true colic is responsible for the majority of deaths in horses, except those cases in which horses die due to advanced aging. The aetiology of the disorders of the gastrointestinal tract that lead to equine colic is complex and diverse. Still, with no explanation remain some gut displacements or twists and impactions. In the practical daily clinic the majority of colic cases have an unknown cause, but in general, they are a result of gut distention by ingesta, gas, fluids or due to an interruption of the normal motility (Íleus). The most severe cases can also result from damages of the intestinal wall by processes of isquemia, inflammation, edema or infarction. In the diagnosis of this pathology there are several parameters that must be evaluated, such as: pain degree; abdominal distention; the respiratory, heart and pulse rate; mucous membranes; membrane refill time; rectal temperature; gastrointestinal motility; gastric reflux; findings in rectal examination; packed cell volume; total plasma protein value; plasma fibrinogen value; white blood cell count; electrolytic quantification; analysis of blood gases; quantification of serum enzymes; plasma lactate value; characteristics of the peritoneal fluid collected by abdominal paracentesis; ultrasonographic findings; radiographic findings; endoscopic findings; laparoscopic findings; and fecal analysis. The goal of this work consisted on the establishment of guiding points in the difficult decision of the appropriate treatment, analyzing some parameters of diagnosis that, jointly, supply tracks to reach a more specific diagnosis of the disorder which is causing the abdominal pain, and as such to be able to make the right decision regarding the necessary treatment, being either surgical or medical. The study, which was carried on 13 cases of abdominal colic, has shown that surgical cases had a more violent pain, and had presented a higher heart rate and membrane refill time than the patients who only needed medical treatment, whereas the total plasma protein value was higher in medical cases. From these results and other previously existing studies, one can conclude that when exists a severe degree of pain, abnormal findings in the rectal examination and absence of response to the analgesic therapy, the colic case must be referred for surgery, even thought there are no significant changes in the heart rate, mucous membrane, membrane refill time and in the analysis of the peritoneal fluid.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/939
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cólicas em equinos Tratamento médico vs cirúrgico critérios de decisão.pdf1 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE