UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Departamento de Economia / Department of Economics >
DE - Documentos de trabalho / Working Papers >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/858

Title: A hipótese do Investment Development Path: uma abordagem por dados em Painel. Os casos de Portugal e Espanha
Authors: Fonseca, Miguel
Mendonça, António
Passos, José
Keywords: Empresas Multinacionais
Investimento Directo Estrangeiro
Investment Development Path
Portugal
Espanha
Issue Date: 2009
Publisher: ISEG - Departamento de Economia
Citation: Fonseca, Miguel, António Mendonça e José Passos . 2009. "A hipótese do Investment Development Path: uma abordagem por dados em Painel. Os casos de Portugal e Espanha". Instituto Superior de Economia e Gestão - DE Working papers 5-2009
Series/Report no.: Working papers;nº 5/2009/DE
Abstract: Observando as transformações ocorridas na economia mundial no último quarto do século XX, como resultado do processo de liberalização, desregulamentação e abertura dos mercados, um dos traços mais significativos residiu na emergência de Empresas Multinacionais (EMN) em todos os sectores de actividade e países do mundo. Em consequência, os fluxos de investimento directo no estrangeiro (IDE) promovidos por estas EMN registaram no mesmo período um crescimento superior ao dos fluxos de comércio e da própria produção mundial, legitimando a necessidade de reformular o quadro teórico de compreensão do IDE. Neste contexto, a presente análise é baseada na hipótese do Investment Development Path (IDP), introduzida por dunning (1981, 1986) e desenvolvida por dunning e narula (1996) e durán e úbeda (2001), a qual associa a posição líquida de investimento directo no estrangeiro ou Net Outward Investment de um país com o seu nível de desenvolvimento económico expresso pelo Produto Interno Bruto per capita. Desta forma, procede-se no presente artigo à verificação desta hipótese em Portugal, na União Europeia, nos E.U.A. e no Japão, no horizonte temporal de 1990 a 2006, recorrendo ao modelo econométrico de dados em painel com efeitos fixos. Dedica-se igualmente uma particular atenção a Portugal e Espanha, com vista a enquadrar as economias vizinhas no padrão de evolução previsto pelo IDP, e assim retirar ilações quanto à capacidade competitiva dos dois países à escala internacional.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/858
ISSN: 0874-4548
Appears in Collections:DE - Documentos de trabalho / Working Papers

Files in This Item:

File Description SizeFormat
WP5-2009-DE.pdf563.77 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE