UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/834

Title: Utilização de um novo sistema de expressão baseado na lipoproteína de Pseudomonas aeruginosa OprI para estudos sobre a peste suína africana (PSA)
Other Titles: The use of a newly developed expression system based on the Pseudomonas aeruginosa OprI for studies on African swine fever (ASF)
Authors: Bastos, Ana Catarina Ponte
Advisor: Leitão, José Alexandre da Costa Perdigão Cameira
Martins, Carlos Manuel Lopes Vieira
Keywords: A238L
OprI
Pseudomonas aeruginosa
PSA
VPSA
ASF
ASFV
Issue Date: 1-Aug-2008
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Abstract: A peste suína africana (PSA) é uma devastadora doença dos suínos domésticos causada pelo vírus da peste suína africana (VPSA), classificado como o único membro da família Asfarviridae. O VPSA é um vírus de simetria icosaédrica de dupla cadeia de DNA que se replica essencialmente em macrófagos. O VPSA infecta todos os membros da família Suidae e carraças da família Argasidae. A PSA é uma doença endémica em vastas regiões subsarianas e a partir de finais dos anos 50 foi introduzida em muitos países europeus e do continente americano. Actualmente continua a constituir uma ameaça para a suinicultura mundial, postas as características da doença e por não existir tratamento nem vacina eficaz. A inexistência de anticorpos capazes de neutralizar o efeito patogénico do vírus e a demonstração da sobrevivência de suínos infectados com vírus de baixa virulência à inoculação de contraprova com vírus de elevada virulência, aponta para que mecanismos imunitários celulares estejam na base de uma resposta protectora. As lipoproteínas bacterianas (LPB) são reconhecidas por receptores TLR (Toll-like receptors), do sistema imunitário inato, levando à activação da transcrição de genes que codificam para citoquinas e moléculas pró-inflamatórias determinando por último o perfil de uma resposta imunitária adaptativa. Muitos estudos têm demonstrado que a OprI, uma lipoproteína da membrana externa de Pseudomonas aeruginosa, estimula a activação de células dendríticas e macrófagos. Pelo menos em parte devido a essas características, apresenta propriedades imunomoduladoras e adjuvantes para as quais a sua porção lipídica é essencial. Assim, a fusão de lipoproteínas bacterianas com antigénios confere a estes últimos propriedades imunogénicas. Neste trabalho, a lipoproteína OprI de Pseudomonas aeruginosa foi expressa em E. coli e purificada por cromatografia de afinidade com iões Ni2+ utilizado o vector pET24aP3BAM14.1. Adicionalmente, foram clonados dois fragmentos do gene A238L do isolado VPSA de baixa virulência NHV/P68 para obtenção de produtos de fusão com a OprI. Os trabalhos realizados podem contribuir para a utilização futura da OprI e dos seus produtos de fusão (OprI -VPSA) como ferramentas na exploração e caracterização dos mecanismos da interacção entre o VPSA e o seu hospedeiro.
ABSTRACT African swine fever (ASF) is an endemic devastating disease of domestic swine in Africa, caused by a virus classified as the only member of the family Asfarviridae. The African swine fever virus (ASFV) is a large DNA virus with an icosahedral symmetry that replicates mainly in porcine macrophages. The virus infects all members of the Suidae family and soft ticks of the family Argasidae. The disease spread out from Africa in the late 50’s and was introduced in many European and American countries, and today it is still a threat for pig industry due to particular characteristics of the disease and also because no vaccine is available. In the absence of the demonstration of swine antibodies capable of neutralizing the pathogenic effect of the virus, and on the other hand the demonstration of pigs that survived infection with the attenuated virus, resist challenge with high virulent homologous isolate, sustains the hypothesis of cellular mechanisms that somehow confer a protective immune response. Bacterial lipoproteins (BLP) are recognized by the TLR receptors and are able to trigger the innate immune system activating a wide range of immunomudulatory genes coding for cytokines and proinflamatory molecules that determine the host late adaptive immune response. Several studies have demonstrated that OprI, an outer membrane lipoprotein from Pseudomonas aeruginosa has stimulatory properties on DC cells and has a potential as vaccine imunoestimulant, for what its lipid N-terminal box is essential. Additionally, fusion of antigens with bacterial lipoproteins confers them immunogenic properties that they do not present by it themselves. In this work an expression vector based on the gene of OprI, a lipoprotein from Pseudomonas aeruginosa is used in order to improve expression and purification of OprI. The vector pET24aP3BAM14.1 was used to express the OprI in E. coli and chromatography by affinity of Ni2+ ions was used to purify it. As a last aim, genetic sequences of A238L gene of the low virulent NHV/P68 of ASFV were cloned in order to obtain OprI fusion products. The main future goal of our work aims at the use of this lipoprotein and its fusion products (OprI-A238L) as tools to further explore and characterize the complex mechanisms underlying interactions of the ASFV with its host. In addition, OprI is predicted to potentially be integrated in rational vaccines strategies against ASF.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/834
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Ana Catarina Bastos.pdfDocumento principal919.85 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE