UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/785

Title: Sustentação e futuro da produção electrónica em Portugal: contribuição para a análise das condicionantes económicas, tecnológicas e sociais do sector
Authors: Mendes, Adriano Graça da Cunha
Advisor: Guimarães, Rui A.
Keywords: Transformações Económicas Tecnológicas e Empresariais
Casos Sucesso Efacec/Nokia
Tecnologia Electrónica
Paradigma Tecno-económico
Sociedades Baseadas no Conhecimento
Tecnologias de Informação e Comunicação
Diffusion and application of Electronics
Techno-economic paradigm
ICT
KBE/KBS
Electronics branch (in Portugal)
Success cases EFACEC/Nokia
Issue Date: Jul-2001
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Mendes, Adriano Graça da Cunha. 2001. "Sustentação e futuro da produção electrónica em Portugal: contribuição para a análise das condicionantes económicas, tecnológicas e sociais do sector". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: No decurso das últimas décadas e com mais relevo desde o inicio dos anos 90, verificaram-se transformações Económicas, Tecnológicas e Empresariais centradas sobre a exploração multifacetada da tecnologia electrónica. Para a análise destas transformações mobilizou-se o conceito de "paradigma tecno-económico" que permite analisar de forma sistemática as transformações atrás referidas e identificar a emergência desde a década de 80 de um paradigma TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação). A evolução em curso aproxima uma época, em que se concretizarão modelos de Economia e Sociedade baseados no conhecimento avançado, que pressupõe uma larga e intensiva utilização das tecnologias de informação, comunicação e multimédia, nuclearmente dependentes do ponto de vista material, da dinâmica de progresso tecno-empresarial do sector electrónico. Portugal, devido às suas circunstâncias particulares de País tardiamente industrializado, acompanhou os desenvolvimentos destas tecnologias sempre numa posição de relativa dependência, evidenciando alguma incapacidade de endogenizar os conhecimentos indispensáveis para impulsionar produção avançada própria. Numa perspectiva de futuro a fragilidade do sector electrónico em Portugal configura-se como uma limitação substancial na via de construir em tempo estrategicamente útil (institucionalmente definido para o conjunto da União Europeia) uma via Portuguesa para o acesso a um modelo avançado de Economia (Baseado no Conhecimento e na Inovação). Nestas circunstâncias interessa saber, qual a visão dos intervenientes no sector electrónico em Portugal e também quais as características que operam a afinação de um caso Empresarial de sucesso da ordem interna : EFACEC Sistemas de Electrónica SA. A comparação com um caso de sucesso internacional, a Nokia, Empresa sediada na Finlândia, leva à evidênciação de cenários contrastados para o futuro do sector electrónico em Portugal, e de forma pelo menos parcial e mais indirecta, para a evolução da economia e da sociedade Portuguesas, a caminho de um modelo europeu avançado, previsto na Cimeira extraordinária Europeia de Lisboa, de Março de 2000.
Throughout the 1970's, 1980's and the present decade, important economic technological and entrepreneurial changes took place, based upon the wide diffusion and application of electronics technological developments. To analyze these changes the concept of "techno - economic paradigm" was set up allowing for the systematic study of the above mentioned changes and the identification of the emergence of a new paradigm, the so called ICT paradigm (Based on Information and Communication technologies). The present evolution anticipates an epoch in witch KBE / KBS models will arise, strongly based on a wide and intensive use of the information and communication technologies as well as multimedia technologies. All these branches will directly depend, from the hardware point of view, on the technical and entrepreneurial dynamics of electronics. Portugal, a late industrialized country, has lived all these changes in a somewhat dependent and marginal way, showing little capability to acquire the specific knowledge related to ICT and Electronics, basic to establish an internal competitive industrial capability in these referenced areas. In a futures perspective, the weakness of the electronic branch in Portugal will constitute an important constraint to implement a strategy to close the country's economic and technological gap vis-a-vis it's more developed European partners, now that the European Union has declared its overall strategic goal of the build up of an European KBE until the end of the next decade. Under these circumstances it's important to know what is the wisdom of the main internal players in the electronics branches in Portugal. Simultaneously it's important to devise the specific characteristics of the Efacec company, known to be a success case in the electronics branch in Portugal. Anyway the comparison of Efacec and Portugal with the international success story provided by Nokia and Finland leads to the design of contrasted scenarios regarding the future of electronics in Portugal and as well in an indirect measure the challenges facing the built up of an advanced KBE in the foreseeable future, in Portugal.
Description: Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/785
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
tese iseg.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE