UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
BFMH - Biblioteca da Faculdade de Motricidade Humana - Noronha Feio >
BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/756

Title: Maturação e performance do jovem andebolista
Authors: Veiga, Valter Wilson Morais
Advisor: Vieira, Maria Filomena Soares
Keywords: Andebol
Aptidão física
Crescimento
Maturação
Morfologia
Performance
Issue Date: 12-Mar-2009
Abstract: A evolução do desempenho motor na infância e na adolescência está fortemente associado aos processos de crescimento e maturação (Bohme, 2000). O objectivo deste trabalho foi identificar o efeito da maturação e do nível de prática desportiva na morfologia, aptidão física e competência técnico-táctica em andebolistas masculinos do escalão de iniciados. A amostra foi constituída por 104 atletas (14-15 anos de idade) divididos em dois níveis de prática (nacionais e regionais). As variáveis analisadas foram: morfológicas (onde as medidas antropométricas seguiram as normas do ISAK), maturacionais (idade óssea, através do método TW3 (Tanner et al., 2001), maturação sexual por auto avaliação, estatura relativa pelos métodos de Roche, Weiner e Thissen (1975), Khamis e Roche (1994) e TW3), aptidão física (oito testes de campo) e técnico-tácticas (avaliação pelos treinadores). Concluiu-se que os atletas que competem nas divisões nacionais em comparação com aqueles que competem nas divisões regionais apresentaram diferenças significativas com valores médios superiores: 1) no nível de maturação (óssea e somática); 2) na envergadura, no comprimento do membro inferior, no diâmetro biacromial, no VO2máx. e na força de braços quando retirámos o efeito da maturação (idade óssea). Todos os métodos de avaliação de altura relativa apresentaram diferenças estatisticamente significativas entre si.
The evolution of the motor performance in childhood and adolescence is strongly associated to the processes of growth and maturation (Bohme, 2000). The aim of this study was to identify the effect of maturation and level of sport practice in the morphology, physical fitness and technical/tactical competence in young male handball players. The sample included 104 athletes (aged 14 to 15) divided in two practice levels (national and regional). The variables analysed were: morphological (where the anthropometrical measures followed the ISAK regulations), maturational (skeletal age, through the TW3 method (Tanner et al., 2001), sexual maturation by self-evaluation, relative stature through the Roche, Weiner and Thissen (1975), Khamis and Roche (1994) and TW3 methods), physical fitness (eight field tests) and technical/tactical (evaluated by the coaches). We concluded that the athletes who compete in the national divisions in comparison with the ones that compete in the regional divisions presented significant differences with superior mean values in the: 1) maturation level (skeletal and somatic); 2) wingspan, length of the inferior member, diameter biacromial, VO2max. and strength of arms when we withdrew the effect of the maturation (bone age). All the methods of evaluation of relative height presented statistically significant differences between them.
Description: Mestrado em Treino do Jovem Atleta
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/756
Appears in Collections:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese MTJA - Valter Veiga.pdf633.37 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE