UTL Repository >
ISA - Instituto Superior de Agronomia >
DEF - Departamento de Engenharia Florestal >
DEF - Comunicações em Actas de Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/702

Title: Bases fisiológicas para a distribuição de clones de Eucalyptus globulus Labill. por diferentes áreas edafo-climáticas
Authors: Almeida, Maria Helena
Silva, Filipe Costa e
Shvaleva, A.
Araújo, J.A.
Chaves, Maria Manuela
Pereira, João Santos
Keywords: eucalipto
eucalyptus globulus
clone
região edafo-climática
genotipo
fisiologia vegetal
Issue Date: May-2005
Publisher: SPCF
Citation: Congresso Florestal Nacional, 5º, Viseu, 2005
Abstract: O Eucalyptus globulus Labill., pela sua importância económica, encontra-se distribuído por todos os países de clima favorável, reflectindo o interesse que têm as suas características intrínsecas como sejam um rápido crescimento e uma superior qualidade da madeira para produção de pasta para papel. Em Portugal, a relevância económica desta espécie traduz-se quer em termos de uma contribuição positiva para a balança comercial quer em termos do investimento feito na plantação de novas áreas florestais. No entanto, devido à restrição ao aumento da área de plantações verifica-se uma crescente exigência em aumentar a produtividade das áreas plantadas, garantindo a sustentabilidade económica, social e ambiental dos ecossistemas florestais. Actualmente, a área clonal de E. globulus é de aproximadamente 15000 ha tendo vindo a aumentar nos últimos anos cerca de 2000 ha por ano, como resultado das melhores técnicas de propagação e dos programas de melhoramento. Uma vez que o nº de clones comercialmente interessantes para a produção e que são utilizados em plantações tem tendência a ser reduzido, torna-se necessário deter um conhecimento mais aprofundado das suas respostas fisiológicas de forma a reduzir o risco inerente a uma diminuição da diversidade genética. Particularmente, e porque em Portugal as plantações ocorrem em áreas onde ocorrem défices hídricos sazonais, havendo uma grande variabilidade interanual no stress hídrico e sendo previsível um agravamento da aridez num futuro próximo, é necessário conhecer detalhadamente os mecanismos de resistência ao stress hídrico de forma a sustentar as decisões de distribuição dos clones por diferentes regiões edafo-climáticas. Este trabalho constitui um primeiro passo para o aprofundamento do conhecimento dos processos fisiológicos, de modo a identificar características biológicas que sirvam de referência à selecção de genótipos, permitindo uma consolidação dos resultados obtidos nos ensaios de campo e, portanto, uma mais ajustada distribuição dos clones pelos seus locais de plantação e crescimento futuro. Especificamente, avaliaram-se em condições controladas os mecanismos de resistência à secura em dois clones de Eucalyptus globulus Labill. com diferente sensibilidade à secura no campo, com base em estudos fisiológicos, biofísicos e morfológicos.
Description: Congresso Florestal Nacional: a floresta e as gentes - Actas das Comunicações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/702
Appears in Collections:DEF - Comunicações em Actas de Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Congress5-H.Almeida-Bases.pdf120.38 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE