UTL Repository >
ISA - Instituto Superior de Agronomia >
DEF - Departamento de Engenharia Florestal >
DEF - Comunicações em Actas de Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/699

Title: Resposta de descendências de pinheiro bravo (Pinus Pinaster Ait.) ao stress hidrico em condições controladas e comparação com condições de campo
Authors: Almeida, Maria Helena
Cerasoli, Sofia
Correia, Isabel
Aguiar, Alexandre
Chaves, Maria Manuela
Pereira, João Santos
Keywords: pinheiro bravo
pinus pinaster
stress hidrico
resposta da planta
Issue Date: May-2005
Publisher: SPCF
Citation: Congresso Florestal Nacional, 5º, Viseu, 2005
Abstract: Os défices hídricos são, com frequência os principais factores limitantes para o crescimento do pinheiro bravo (Pinus Pinaster Ait.). Na actual perspectiva de alterações climáticas, prevê-se que a ocorrência do défice hídrico venha a aumentar em frequência e intensidade. Surge portanto a exigência de estudar a resposta fisiológica de varias descendências de pinheiro bravo ao stress hídrico de modo a identificar aquelas com crescimento superior em condições de stress hídrico para que sejam aproveitadas em programas de melhoramento da espécie. Os objectivos deste trabalho foram: (i) identificar, em diferentes proveniências de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) sujeitas a défice hídrico controlado, diferenças na expressão de parâmetros fisiológicos e morfológicos que possam ser utilizadas na selecção de genótipos com crescimento superior em condições de stress hídrico; (ii) verificar se as descendências que apresentaram comportamento superior no ensaio de bancada apresentavam também um crescimento superior quando sujeitas a condições de campo mais secas daquelas de origem. A resposta ao stress hídrico foi estudada em três descendências de árvores superiores seleccionadas em locais próximos de Manteigas (BI-C e BI-M) e da Marinha Grande (BL-MM) (Figura 1, Tabela 1), sendo as duas primeiras oriundas de locais com altitude e precipitação total superiores à da Marinha Grande e de temperatura média anual inferior à deste local. As proveniências das famílias encontram-se representadas no campo experimental do Escaroupim (39º 05’N e 8º 45’W), caracterizado por um clima mais seco do que o de origem das três descendências analisadas
Description: Congresso Florestal Nacional: a floresta e as gentes - Actas das Comunicações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/699
Appears in Collections:DEF - Comunicações em Actas de Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Congress5-H.Almeida-resposta.pdf111.94 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE