UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/614

Title: Desenho estocástico de planos de contribuição definida
Authors: Ferreira, João Carlos Marques
Advisor: Garcia, Jorge
Keywords: planos de contribuição definida
taxa de substituição
modelos estocásticos de activos financeiros
estratégias de alocação de activos
defined contribution plans
replacement rate
stochastic asset models
asset-alocation strategies
Issue Date: Apr-2004
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Ferreira, João Carlos Marques. 2004. "Desenho estocástico de planos de contribuição definida". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa.Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: O objectivo da presente dissertação consiste em obter formas de compreender e medir o risco associado ao benefício final concedido por planos de contribuição definida, de modo a poder tomar, atempadamente, as decisões correctas no sentido de garantir aos beneficiários do plano um benefício condigno no período pós-reforma. Na sua essência, esta dissertação estabelece uma metodologia prática e relativamente simples de análise do risco inerente ao desenho de um plano de contribuição definida. Para planos de contribuição definida, o risco é definido pela probabilidade de o benefício concedido pelo plano - medido através da taxa de substituição - ser inferior ao pretendido (aquando do desenho do plano). Neste sentido, utiliza-se uma abordagem de Value-at-Risk (VaR), como métrica do risco, que permite estabelecer quais os valores da taxa de substituição que podem ser garantidos para um dado nível de confiança. O modelo global de desenho estocástico de planos de contribuição definida é composto por alguns submodelos (salários, retorno dos investimentos, mortalidade) e por diversos parâmetros (taxa de contribuição, período de contribuição, estratégia de alocação de activos). Em relação ao submodelo de retorno dos investimentos (núcleo do modelo global), foram utilizados dois modelos estocásticos de simulação dos retornos dos activos financeiros de longo prazo: o modelo de Wilkie e o modelo de Hibbert. São tiradas importantes conclusões relativamente à forma como a arquitectura de construção de cada um dos submodelos influi (principalmente ao nível da dispersão das taxas de substituição) nos resultados. A riqueza que uma abordagem estocástica confere a um estudo desta natureza, quando comparada com uma abordagem determinística do problema (que manifestamente falha em conceder uma dimensão do risco associado a um plano de contribuição definida), é uma das conclusões mais importantes que se pode tirar desta dissertação.
The purpose of this dissertation is to understand and measure the risk associated with the final benefit provided by a defined contribution (DC) pension plan. The idea is to use this risk analysis as a support to take, opportunately, the right decisions in order to provide an adequate pension to the plan beneficiaries in the post retirement period. This dissertation establishes a simple and methodological approach to analyse the risk of stochastic pension plan design (for defined contribution plans). For this type of pension plans, the risk is defined by the probability of the benefits provided (by the DC plan) - measured through the replacement rate - being below the level initially stipulated. Therefore, the Value-at-Risk (VaR) methodology is used as the risk measure, since it allows to determine the replacement rate values that can be guarenteed for a specified confidence level. The stochastic pension plan design model consists of some submodels (for salaries, asset returns, mortality) and several parameters - such as the contribution rate, the accumulation period, the asset-alocation strategies. Concernig the asset returns models (which is, in fact, the core of the stochastic pension plan design model), it was used two stochastic asset models - the Wilkie model and the Hibbert Model. Important conclusions are drawn from the structure beneath both models and their influence on the final results (mainly on the replacement rates volatility). Another important conclusion drawn from this dissertation is related to the comparison between a deterministic approach and a stochastic approach and how the first one fails to give a proper measure of the risk involved in defined contribution plans.
Description: Mestrado em Ciências Actuariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/614
Appears in Collections:DM - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
JCMF_Tese.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE