UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/606

Title: Economia experimental : homo reciprocans no mercado de trabalho
Authors: Silva, Nuno Alexandre Pais e
Advisor: Pereira, Paulo T.
Keywords: Economia Experimental
Reciprocidade
Equidade
Mercado de Trabalho
Troca de Ofertas
Contratos Incompletos
Experimental Economics
Reciprocity
Fairness
Labor Market
Gift Exchange
Incomplete Contracts
Issue Date: Feb-2002
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Silva, Nuno Alexandre Pais e. 2002. "Economia experimental : homo reciprocans no mercado de trabalho". Dissertação de mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: A existência de comportamentos recíprocos, em vez de comportamentos puramente egoístas, tem implicações relevantes nas relações laborais reguladas por contratos incompletos. Por reciprocidade entende-se a disponibilidade para sacrificar recursos quer para recompensar actos amigáveis (reciprocidade positiva) quer para punir actos não amigáveis (reciprocidade negativa). Nesta dissertação apresentam-se modelos que desenvolvem a teoria dos jogos para incluir comportamentos recíprocos e através de métodos experimentais comprova-se a sua existência no mercado de trabalho. É utilizado um jogo designado por troca de ofertas. Neste, uma empresa tem a possibilidade de conceder uma oferta ao seu trabalhador através de um salário superior ao que este obteria se abandonasse o emprego actual. O trabalhador, em seguida, pode conceder uma oferta à empresa escolhendo um nível de esforço superior ao requerido. Comprova-se experimentalmente a existência desta troca de ofertas, que é explicada pela reciprocidade e contraria a previsão da teoria dos jogos convencional de agentes racionais e egoístas não suportarem os custos associados à concessão de ofertas. A consideração da reciprocidade alarga, assim, o campo de previsão do economista. No jogo de troca de ofertas, tradicionalmente considerado na literatura, apenas existe a alternativa de reciprocar positivamente. Criámos um desenho experimental em que tanto se pode reciprocar positiva como negativamente (troca de ofertas e ofensas). Os resultados das sessões experimentais revelam que os indivíduos usam as duas possibilidades. No entanto, com as novas condições experimentais, há uma diminuição dos comportamentos recíprocos e uma aproximação à previsão da teoria dos jogos convencional. Conclui-se esta dissertação argumentando que os comportamentos dependem das características do contexto de interacção, sendo que umas favorecem o homo oeconomicus e outras o homo reciprocans.
Reciprocal behavior, as opposed to selfish behavior, has powerful implications in labor relations regulated by incomplete contracts. Reciprocity is considered as the willingness to sacrifice resources to reward kind acts (positive reciprocity) and punish unkind acts (negative reciprocity). In this dissertation we describe models that develop game theory in order to allow for reciprocal behavior. Moreover, through experimental methods we observe reciprocal behavior in the labor market. A gift exchange game is used, in which a firm can give a gift to the worker by paying a wage in excess of what the worker could receive if he left his current job. The worker can, then, offer a gift to the firm by choosing an effort level higher than the minimum standard. Experimental data is consistent with gift exchange, which is explained by reciprocity and it is at odds with game theory prediction that rational workers and firms do not support the costs associated with gift giving. Thus, the consideration of reciprocity enlarges economists' scope of predictions. In the gift exchange game, usually considered in the literature, one can only positively reciprocate. The experimental design was changed so that there is the possibility of positive and negative reciprocity (gift and offense exchange). Experimental results reveal that individuals use these two alternatives. However, reciprocal behavior decreases and deviations from conventional game theory prediction decrease as well. Finally, it is argued that human behavior depends on the characteristics of the interaction context, so that some enhance behavior according to homo oeconomicus and others behavior consistent with homo reciprocans.
Description: Mestrado em Economia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/606
Appears in Collections:DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_de_Mestrado_sem comentários.pdf712.17 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE