Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/6022
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSilva, Analiza Mónica Lopes de Almeida-
dc.contributor.authorMouad, Mariana-
dc.date.accessioned2013-10-11T16:06:13Z-
dc.date.available2013-10-11T16:06:13Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationMouad, Mariana (2013) - Validação da bioimpedância elétrica por multifrequência na determinação da massa gorda, massa isenta de gordura e osso e conteúdo mineral ósseo em atletas. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Motricidade Humanapor
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.5/6022-
dc.descriptionMestrado em Exercício e Saúdepor
dc.description.abstractÉ reconhecida a importância de avaliar a composição corporal na população atlética. Para o efeito é preciso utilizar técnicas válidas na determinação dos principais componentes moleculares. A Densitometria Radiológica de Dupla Energia (DXA) é um método preciso e válido para avaliação de composição corporal. No entanto, a DXA é uma técnica ainda pouco acessível em contextos não laboratoriais. Desta forma, é importante utilizar técnicas mais simples e práticas como a bioimpedância eléctrica (BIA). No entando poucos estudos validaram a BIA especialmente de multifrequência na avaliação da composição corporal em atletas. Assim, o objectivo desta investigação é testar a validade da BIA de multifrequência (Tanita, modelo MC-180) na determinação do conteúdo mineral ósseo (CMO), massa gorda (MG) e massa isenta de gordura e osso (MIGO) em atletas. Um total de 79 atletas (feminino/masculino) foram avaliados pela BIA e pela DXA. Comparação de médias, coeficiente de correlação de concordância, regressão múltipla, e o método Bland-Altman foram realizados. A Tanita apresentou um poder explicativo de 76 %, 72%, 95% e 73% da variabilidade total observada a partir do método de referência para a MG (kg), MG (%), MIGO e CMO, respetivamente. O coeficiente de correlação de concordância para a MIGO apresentou uma força de concordância substancial de 0.927. Observaram-se limites de concordância relativamente elevados na estimativa dos vários componentes corporais. Em conclusão, a Tanita MC-180 é uma alternativa válida especialmente na estimação da massa isenta de gordura e de osso, num grupo de atletas. Contudo, devido aos limites de concordância obtidos na determinação das vários componentes este equipamento apresenta uma validade limitada na estimação individual da composição corporal.por
dc.description.abstractIt is recognized the importance of assessing body composition in athletic population. Therefore, is necessary to use valid techniques for the determination of the main molecular components. Dual-energy X-ray absorptiometry (DXA) ia a precise and valid method for assessing body composition. However, DXA is still not available at the clinical and field settings. Thus, it is important to use simple techniques such as electrical bioimpedance analysis (BIA) but few studies validated this technique specifically multifrequency BIA in body composition assessment in athletes. Therefore, the aim of this research is to test the validity of multifrequency BIA (Tanita, Model MC-180) in the determination of bone mineral content (BMC), lean soft tissue (LST) and fat mass (FM) in athletes. A total of 79 elite athletes (female/ male) were assessed by DXA and BIA. Comparison of means, concordance coefficient correlation, multiple regression and Bland–Altman analysis were performed. Tanita explained 76%, 72%, 95% and 73% of the total variability observed from the reference method for FM (kg), FM (%), LST and BMC, respectively. The concordance coefficient correlation for MIGO presented a substantial strength of agreement of 0,927. However, relatively longer limits of agreement were found between BIA and DXA for the several body components. These findings reveal that the Tanita MC-180 is a valid alternative, particulary in the estimation of LST, in a group of athletes. However, due to the limits of agreement obtained in the determination of the body components this equipment presents a more limited validity in the estimation of individual body composition.-
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectAtletapor
dc.subjectBIA de multifrequênciapor
dc.subjectConteúdo mineral ósseopor
dc.subjectDXApor
dc.subjectMassa gordapor
dc.subjectMassa isenta de gordura e de ossopor
dc.titleValidação da bioimpedância elétrica por multifrequência na determinação da massa gorda, massa isenta de gordura e osso e conteúdo mineral ósseo em atletaspor
dc.typemasterThesispor
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
correçoes finais indice.pdf654,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.