UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/600

Title: Informação assimétrica no mercado de seguros de saúde em Portugal
Authors: Bago d'Uva, Teresa Maria Marreiros
Advisor: Silva, João M.C. Santos
Keywords: Seguro de saúde
Cosseguro
Franquias
Selecção adversa
Moral hazard
Procura de cuidados médicos
Health insurance
Coinsurance
Deductibles
Adverse selection
Moral hazard
Demand for health care
Issue Date: Mar-2002
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Bago d'Uva, Teresa Maria Marreiros. (2002). "Informação assimétrica no mercado de seguros de saúde em Portugal". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: Os problemas da informação assimétrica no mercado de seguros têm sido largamente abordados na literatura, tendo sido mostrado que estes problemas podem, não só, causar ineficiências no funcionamento do mercado, como também, levar à sua ruptura. As empresas seguradoras têm posto em prática algumas soluções visando mi¬nimizar as consequências da informação assimétrica. O principal objectivo deste estudo é contribuir para a resposta à questão: serão os métodos praticados actualmente pelas empresas seguradoras suicientes para resolver os problemas de informação assimétrica no mercado de seguros de saúde em Portugal? Neste estudo é avaliado empiricamente o efeito do seguro na procura de cuidados médicos, condicional nas características individuais e familiares determinantes daquela procura. Estima-se um modelo binário para cada tipo de consulta médica - clínica geral, especialista (excepto dentista) e dentista. Cada modelo dá o impacto condi¬cional do seguro na propensão de uma pessoa ir ao médico e permite isolar os efeitos dos dois problemas de informação assimétrica. O impacto condicional de ter seguro na propensão para um indivíduo se deslocar a uma consulta de um médico especialista é signiicativamente positivo, sobretudo para os dentistas. Existe, portanto, evidência de moral hazard uma vez que o facto de o custo não ser na totalidade pago pelo consumidor, por si só, aumenta a sua procura de cuidados de saúde. Os modelos estimados não evidenciam claramente a presença de selecção adversa. No entanto, algumas razões levam a crer que esta não deve ser negada. E possível concluir que existe evidência de informação assimétrica no mercado de seguros de saúde em Portugal, ou seja, que as práticas adoptadas pelas empresas seguradoras com o objectivo de resolver estes problemas não são ainda suicientes.
The problems related to asymmetricinformation have been the subject of several studies. It has been shown that asymmetric information can lead to inefficiencies in the insurance markets as well as to their break-down. These studies have provided some methods that can minimise the consequences of asymmetric information. The insurance companies have been using the methods proposed. The main aim of this study is, thus, to provide an answer to the question: are the methods used by the insurance companies enough to solve the problems of asymmetric information in the Portuguese health insurance market? A binary model for each type of doctor - general practitioners, specialists (except for dentists) and dentists - is estimated. Each model gives an estimation of the effect of health insurance in the demand for health care, conditional on the individual and family characteristics related with that demand. The efects of adverse selection and moral hazard are identified separately. Being covered by health insurance leads to a significant increase on the probability of observing a positive number of visits to a specialist (specially dentists). These results suggest there is evidence of moral hazard because the fact that the expenses are partially or totally supported by the insurance company increases the demand for health care. The estimated models do not show a clear evidence of adverse selection. The main conclusion of this study is that there is evidence of asymmetric information in the Portuguese health insurance market. Thus, the methods currently adopted by the insurance companies are not enough to solve those problems in all their extent.
Description: Mestrado em Ciências Actuariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/600
Appears in Collections:DE - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Mestrado - Teresa Bago d'Uva - Marco 2002.pdf606.92 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE