UTL Repository >
ISA - Instituto Superior de Agronomia >
DEF - Departamento de Engenharia Florestal >
DEF - Comunicações em Actas de Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/594

Title: FORSEE: Uma rede europeia de zonas piloto para a avaliação de critérios e indicadores de sustentabilidade florestal
Authors: Tomé, Margarida
Faias, Sónia P.
Beito, Sónia
Feliciano, Diana
Páscoa, Fernando
Mendes, Américo
Keywords: critérios de sustentabilidade
indicadores de sustentabilidade
gestão florestal sustentável
sustentabilidade florestal
Issue Date: May-2005
Publisher: SPCF
Citation: Congresso Florestal Nacional, 5º, Viseu, 2005
Abstract: As florestas do Arco Atlântico constituem um conjunto biogeográfico notório devido ao seu clima oceânico temperado muito favorável ao crescimento das espécies florestais. A sustentabilidade é um conceito global discutido desde a cimeira do rio 1992 aplicável em diversas áreas inclusive na gestão florestal. O protocolo de Quioto, é um documento de elevada importância nas questões ambientais actuais, e a floresta tem um papel relevante no cumprimento dos seus objectivos estabelecidos, por contribuir para o armazenamento de carbono. Neste contexto surge o projecto FORSEE, iniciado pelo IEFC – Instituto Europeu da Floresta Cultivada, com a participação de diversos parceiros de Portugal, Espanha, Franca e Irlanda, cujas regiões seleccionadas como zonas piloto, se inserem no espaço Atlântico. O objectivo principal do projecto, que abrange todos os seus participantes, fundamenta-se nos critérios e indicadores de gestão florestal sustentável, definidos nas conferências interministeriais de Lisboa 1998 e Viena 2003. O projecto contempla uma segunda abordagem que varia com a região piloto, em que cada uma se propõe a realizar um estudo aprofundado sobre cada um dos critérios, nomeadamente a contribuição das florestas para o armazenamento de carbono, o estado fitossanitário da floresta, a biodiversidade, as funções sócio-económicas e as funções de protecção da floresta. Duma forma sucinta, a finalidade deste projecto é fornecer métodos, instrumentos e competências às regiões participantes, para avaliação da sustentabilidade das florestas. Por outro lado permitirá uma acção de transferência à escala regional entre a rede de peritos internacionais e parceiros florestais nomeadamente os gestores, as organizações e os proprietários florestais. Além disso, esta escala regional permitirá consolidar os processos europeus de certificação e de gestão florestal sustentável e preparar a sua evolução futura no contexto do desenvolvimento sustentável dos territórios rurais do Arco Atlântico. Na primeira fase do projecto foram seleccionados diversos indicadores de sustentabilidade com a participação de peritos dos diversos parceiros internacionais. Com a finalidade de proceder à sua avaliação, de forma semelhante em todas as regiões participantes, foi elaborado um protocolo de campo com métodos seleccionados da bibliografia existente, visando respeitar os procedimentos executados pelo inventário florestal de cada país. A implementação deste protocolo decorrerá nas duas zonas piloto de Portugal – Concelho da Lousã e região do Vale do Sousa, assim como nas zonas piloto dos outros países parceiros.
Description: Congresso Florestal Nacional: A floresta e as gentes - Actas das Comunicações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/594
Appears in Collections:DEF - Comunicações em Actas de Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Congress5-M.Tome-Forsee.pdf255.54 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE