UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4823

Title: Diagnóstico ecográfico de desmite dos ligamentos colaterais da articulação interfalângica distal em equinos
Authors: Couto, David Manuel Oliveira Figueiredo de la Cueva
Advisor: Borges, João Paulo Gonçalves
Luís, José Paulo Pacheco Sales
Keywords: Equino
ecografia
articulação interfalângica distal
ligamentos colaterais
desmite
Equine
ultrasonography
distal interphalangeal joint
collateral ligament
desmopathy
Issue Date: 21-Sep-2012
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: COUTO, D. M. O. F. C. (2012). Diagnóstico ecográfico de desmite dos ligamentos colaterais da articulação interfalângica distal em equinos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: Os cavalos de desporto estão muito susceptíveis a lesões tendinosas e ligamentares. Estes tipos de lesões têm um tempo de recuperação longo e um elevado grau de incerteza sobre a sua recuperação total. Os ligamentos colaterais da articulação interfalângica distal (AIFD) são estruturas muito importantes na estabilidade articular e estão sujeitos a lesões, principalmente em cavalos utilizados em disciplinas de saltos, como saltos de obstáculos e concurso completo de equitação. Como tal, a desmite de ligamentos colaterais da AIFD deve ser considerada em diagnóstico diferencial de dor associada à extremidade distal. A ecografia é o exame complementar de diagnóstico de eleição para avaliar os ligamentos colaterais da AIFD. Este trabalho traça o diagnóstico clínico de desmite de ligamentos colaterais da AIFD, focando-se no exame ecográfico. Descreve a técnica, imagens normais e possíveis alterações. Apresentam-se neste contexto 7 casos clínicos que seguiram um exame clínico completo, incluindo radiografia e ecografia com equipamentos de alta definição. Embora o tamanho da amostra não seja estatisticamente relevante, os resultados obtidos vão ao encontro do que está descrito na bibliografia mais recente sobre ligamentos colaterais da AIFD.
ABSTRACT - EQUINE ULTRASOUND DIAGNOSIS OF DISTAL INTERPHALANGEAL JOINT COLLATERAL LIGAMENTS DESMITIS - Sport horses are susceptible to tendon and ligament injuries. Such injuries have long recovery time and uncertain complete recovery. The collateral ligaments of the distal interphalangeal joint (DIPJ) are very important structures in joint stability and are easily injured, especially in horses used for jumping disciplines such as show jumping and eventing. As such, collateral ligament desmitis of the DIPJ must be considered in the differential diagnosis of foot pain. Ultrasound examination represents the diagnostic technique of choice for evaluating the collateral ligaments of the DIPJ. This paper outlines the clinical diagnosis of collateral ligament desmitis of the DIPJ, focusing on the ultrasound examination. It describes the technique, normal ultrasonographic images and possible abnormal findings. Seven followed clinical cases are also described including high definition x-ray and ultrasound examination. Although the population was not statistically significant, the results are in line with what is described in recent literature on the collateral ligaments of the DIPJ.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4823
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Diagnostico ecografico de desmite dos ligamentos colaterais da articulaçao interfalangica distal em equinos.pdf2.78 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE