UTL Repository >
ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP - Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP – Teses de mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4679

Title: Escola - Familia: a educação em rede
Authors: Graça, Anabela Fernandes da
Advisor: Cardim, Maria Engrácia
Keywords: Escola - Família
Parcerias
Comunicação
Colaboração
Coordenação.
School - Family
Partnerships
Communication
Collaboration
Coordination
Issue Date: 6-Jul-2012
Publisher: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Abstract: O presente estudo enquadra-se na análise das relações entre a escola e a família, utilizando as parcerias educativas como promoção de uma cultura de maior participação, na busca de respostas às novas exigências sociais. Alguns estudos têm demonstrado as vantagens da colaboração entre escola-família-comunidade. Nesta perspetiva, pretende-se descrever as relações existentes e, através da participação dos intervenientes, equacionar modelos que caracterizem uma melhor colaboração. O trabalho em rede envolve a noção de parceria, a ação de todos os atores promove um melhor conhecimento da realidade e dos saberes. Todavia, colocam-se elementos críticos que nos propomos analisar: o tipo de colaboração, a comunicação, a coordenação horizontal e a vertical. A investigação desenvolve-se num contexto educativo, seguindo uma abordagem qualitativa – estudo de caso. Foi realizada em 2010/2011, numa escola secundária, utilizando como instrumentos de recolha de dados o questionário e a entrevista semi-estruturada. O estudo permitiu-nos notar que, apesar de a legislação favorecer a participação, as escolas parecem manter padrões tradicionais de interação com as famílias. As conclusões constituem o resultado das perceções e das representações sociais recolhidas numa comunidade escolar sobre a sua ação, contribuindo para (re)pensar o papel da escola no seu relacionamento com as famílias e a comunidade.
This study is based on the analysis of the relationships between school and family, using educational partnerships and promoting a culture of greater participation in the search for answers to new social demands. Some studies have demonstrated the advantages of collaboration between school-family-community. In this perspective, it is intended to describe the relationship and, through the participation of stakeholders, consider models that characterize a better collaboration. Networking involves the notion of partnership, the action of all actors promotes a better understanding of reality and knowledge. However, there are critical elements that we propose to consider: the type of collaboration, communication, horizontal and vertical coordination. As the research develops in an educational context we decided to engage the investigation with a qualitative approach - Case Study. It was held in 2010/2011, in a secondary school, using for data collection instruments such as a questionnaire and interview. The study allowed us to note that despite legislation encouraging participation, the schools seem to maintain traditional patterns of interaction with families. The conclusions are the result of a composition of perceptions and social representations collected in a school community about its action, contributing to (re) consider the role of school in its relationship with families and the community.
Description: Dissertação de Mestrado em Administração Pública na especialidade de Administração da Educação
Peer Reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4679
Appears in Collections:BISCSP – Teses de mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação -Anabela Graça.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open
Resumo - Anabela Graça.pdf91.76 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE