UTL Repository >
ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP - Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP – Teses de mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4678

Title: Monitorizar os direitos humanos das pessoas com deficiência: análise de dados do projecto Disability Rights Promotion International na Cidade de Toronto, Canadá
Authors: Mendes, Carla Sofia Faria
Advisor: Pinto, Paula Campos
Keywords: Deficiência
Direitos humanos
Monitorização
Experiências individuais
Análise qualitativa
Convenção sobre os Direitos Humanos das Pessoas com Deficiência
Disability
Human rights
Monitoring
Individual experiences
Qualitative analysis
Convention on the Rights of Persons with the Disabilities.
Issue Date: 25-Jul-2012
Publisher: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Abstract: A presente dissertação pretendeu analisar as experiências de vida de pessoas com deficiência na cidade de Toronto, no Canadá, explorando as barreiras que estas enfrentam no seu quotidiano e conhecendo a actualidade dos instrumentos de direitos humanos existentes e a sua aplicação no terreno. A partir da análise qualitativa e em profundidade das Experiências Individuais de 43 pessoas com deficiência, foram identificadas as questões de direitos mais prioritárias e importantes para estas, sendo os resultados posteriormente analisados à luz da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Os domínios da Participação Social e do Trabalho, tendo sido as áreas que mais se destacaram com o maior número de experiências negativas, revelaram a grande lacuna que existe no acesso aos direitos humanos no meio social e laboral. Apesar do conjunto de princípios regulados pela Convenção, experiências de indignidade, exclusão, inacessibilidade, desigualdade e desrespeito são comuns entre as narrativas pessoais dos cidadãos com deficiência. Não obstante os inúmeros instrumentos de direitos humanos disponíveis, as pessoas com deficiência continuam a experienciar situações de violação dos seus direitos. Impedidas de exercer plenamente os seus direitos, continuam a ser vítimas de uma sociedade que as exclui das suas relações sociais, políticas, económicas e culturais.
This dissertation aims to analyze the life experiences of people with disabilities in the city of Toronto, Canada, exploring the barriers they face in their daily lives and understand the timeliness of existing human rights instruments and their implementation on the ground. Drawing from the qualitative and in-depth analyses of the individual experiences of 43 persons with disabilities this study has identified the rights issues that are more important for them and examined these results in the light of the Convention on the Rights of Persons with Disabilities. The domains of Social Participation and Labour are the most outstanding areas with the highest number of negative experiences, revealing the wide gap that exists in access to human rights in these domains. Despite the principles stated by the Convention, the experiences of indignity, exclusion, inaccessibility, inequality and disrespect are common in the personal narratives of people with disabilities. Although there are numerous human rights instruments available to people with disabilities they continue to experience situations of violations of their rights. Prevented from fully exercising their rights, they thus continue to be victims of a society that excludes them from their social, political, economic and cultural life.
Description: Dissertação de Mestrado em Política Social
Peer Reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4678
Appears in Collections:BISCSP – Teses de mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Abstract.pdf87.86 kBAdobe PDFView/Open
Dissertação Mestrado.pdf943.61 kBAdobe PDFView/Open
Resumo.pdf146.7 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE