UTL Repository >
ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP - Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP – Teses de mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4613

Title: O impacto da evolução do número de funcionários nos resultados Hard e Soft
Authors: Mestre, Sandra Isabel Guerreiro
Advisor: Palma, Patrícia Jardim da
Keywords: Administração pública
Funcionários públicos
Reforma
Desempenho
Satisfação
Stress
Public administration
Public employees
Reform
Performance
Satisfaction,
Stress
Issue Date: 5-Jul-2012
Publisher: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Abstract: Perante uma administração pública com lacunas a nível de funcionamento e dimensão, onde a despesa pública atinge valores significativos, o aumento descontrolado do número de funcionários públicos portugueses é um dos factores que contribui para tal. Perante esta situação, tornou-se imperativo tomar medidas no sentido de reduzir o número de funcionários. O primeiro objectivo, consiste em analisar a evolução do número de funcionários públicos nos últimos anos. Verificámos que apenas a partir de 2005 se assistiu ao decréscimo significativo de funcionários, isto demonstra que é um processo moroso. No segundo objectivo elaborámos um estudo de caso numa organização pública local, a Câmara Municipal de Odemira. O estudo baseou-se em dados qualitativos a partir de uma série de entrevistas aos funcionários. Utilizámos o método da grounded theory para gerar uma explicação sobre o impacto que o decréscimo do número de funcionários tem ao nível dos resultados hard (desempenho) e resultados soft (satisfação e stress). Verificámos que o decréscimo de funcionários apenas teve influência directa em três factores: comportamentos, sentimento de ameaça nos trabalhadores contratados e consequentemente o aumento do stress nestes funcionários. No geral, identificámos que as variáveis têm vindo a ser fortemente influenciadas pela conjuntura de crise que vivemos.
Faced with a public administration with gaps regarding size and functioning, where public spending reaches significant values, the uncontrolled increase in the number of Portuguese public employees is one of the factors contributing to this. In this situation, it became imperative to take steps to reduce the number of employees. The first objective is to analyze the evolution of the number of public employees in recent years. We found that only since 2005 has seen a significant decrease of the employees, this shows that it is a slow process. The second objective prepared a case study in a local public organization, the Odemira City Hall. The study was based on qualitative data from a series of interviews to the employees. We used the Grounded Theory method to create an explanation of the impact that the declining number of employees has on the Hard (performance) and Soft (satisfaction and stress) results. We found that the decrease in employees had only a direct influence on three factors: behavior, feelings of threat in the contracted workers and thus increasing a stress increase in these employees. Overall, we identified that the variables have strongly been influenced by the context of depression we live in.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas
Peer Reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4613
Appears in Collections:BISCSP – Teses de mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Abstract.pdf50.8 kBAdobe PDFView/Open
Dissertação de Mestrado Sandra Mestre.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open
Resumo.pdf50.02 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE