UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/461

Title: Estudo da regulação da circulação ocular num modelo de olho isolado de coelho
Authors: Delgado, Esmeralda Sofia da Costa
Advisor: Carvalho, Luís Filipe Sobral da Silva
Luís, José Paulo Pacheco Sales
Keywords: Regulação circulação ocular
Olho isolado coelho
control ocular circulation
Isolated rabbit eye
Issue Date: 16-May-2008
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Abstract: A circulação ocular compreende dois compartimentos: o retiniano possui receptores autonómicos e é autoregulado, enquanto que o coroideu possui inervação adrenérgica e existe controvérsia acerca da presença de autoregulação. Nesta tese criámos e optimizámos um modelo experimental de olho isolado de coelho para ajudar a clarificar os mecanismos de controlo locais da circulação ocular independentemente de outras interferências presentes num modelo in vivo. Surpreendentemente, antes da administração de qualquer fármaco, observámos respostas de vasomotricidade intrínseca em todos os modelos experimentais. Validámos o modelo utilizando fármacos adrenérgicos de efeitos conhecidos. A injecção de fenilefrina (α1-adrenérgico) desencadeou uma resposta vasoconstritora e diminuiu a frequência e aumentou a amplitude das oscilações enquanto que a prazozina (α1-bloqueador), a fentolamina (α1,2 -bloqueador) e o labetalol, (αβ-bloqueador) provocaram vasodilatação e diminuíram a intensidade das oscilações de vasomotricidade intrínseca. Analisámos as variações de pressão decorrentes da injecção intraarterial de outros neurotransmissores: a Endotelina-1, o L-NAME (antagonista do Óxido Nítrico) e o Neuropéptido Y induziram uma resposta vasoconstritora e aumento da frequência e amplitude das oscilações enquanto que a L-Arginina (precursor do Óxido Nítrico), o Péptido Vasointestinal e a amlodipina (bloqueador dos canais de cálcio) desencadearam os efeitos opostos. Estes resultados abrem novas perspectivas para a manipulação terapêutica das doenças oculares isquémicas como sejam a retinopatia diabética e o glaucoma
ABSTRACT: Ocular circulation has two compartments: the retina has autonomic receptors and is also autoregulated, while the choroid has adrenergic innervation but there is still some controversy about the presence of autoregulation. In the current investigation we developed an experimental model of isolated rabbit eye to help clarifying the local mechanisms of control of ocular circulation, independently of other interferences present in an “in vivo” model. Surprisingly, before any drug administration, we observed intrinsic vasomotricity in every animal model. We validated the model using adrenergic drugs of known effects. The injection of phenylefrine (α1-adrenergic) elicited vasoconstriction and decreased the frequency but increased the amplitude of the oscillations while prazozin (α1-blocker), phentolamine (α1,2 -blocker) and labetalol, (αβ-blocker) evoked vasodilation and a decrease in both the frequency and amplitude of the oscillations of intrinsic vasomotricity. We analysed the perfusion pressure changes following the intraarterial injection of other neurotransmitters: Endotelin-1, L-NAME (Nitric Oxide antagonist) and Neuropeptide Y elicited vasoconstrition and increased the frequency and amplitude of the oscillations while L-Arginine (Nitric Oxide precursor), Vasointestinal Peptide and amlodipine (calcium channel blocker) evoked the opposite effects. These results open new perspectives to the therapeutical handling of isquemic ocular diseases such as diabetic retinopathy and glaucoma
Description: Dissertação de Doutoramento em Ciências Veterinárias
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/461
Appears in Collections:DC - Teses de Doutoramento
BFMV - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Pág. Preliminares Resumos índices.pdf165.29 kBAdobe PDFView/Open
Estudo da circulação ocular num modelo de olho isolado de coelho.pdf13.55 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE