UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4591

Title: Cimentoplastia associada a radioterapia no tratamento de lesões osteolíticas do esqueleto apendicular em canídeos
Authors: Espírito Santo, Ivo Henrique Antunes do
Advisor: Carreira, Luis Miguel Alves
Vicente, Gonçalo Eduardo Vítor
Keywords: Tratamento multimodal
Lesões osteolíticas apendiculares caninas
Cimentoplastia percutânea guiada por TC
Cimentoplastia após curetagem
Radioterapia por Megavoltagem
Alívio da dor
Multimodal Treatment
Canine appendicular osteolytic lesions
Percutaneous Cementoplasty under CT guidance
Curettage followed by cementoplasty
Megavoltage Radiation therapy
Pain relief
Issue Date: 24-Jul-2012
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: ESPÍRITO SANTO, I. H. A. (2012). Cimentoplastia associada a radioterapia no tratamento de lesões osteolíticas do esqueleto apendicular em canídeos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: O presente estudo incidiu numa amostra de 3 canídeos, respectivamente diagnosticados com quisto aneurismático ósseo, osteossarcoma e tumor de células gigantes, ao nível do esqueleto apendicular. O mesmo teve como objectivos: 1) descrever o tratamento multimodal de lesões osteolíticas apendiculares em canídeos, envolvendo cimentoplastia (pela técnica percutânea guiada por tomografia computorizada [TC] ou pela técnica após curetagem das lesões), combinada com radioterapia por megavoltagem de electrões e com outra terapêutica adjuvante, considerada como adequada em cada caso; 2) descrever complicações e efeitos secundários; 3) sugerir correcções às técnicas propostas; 4) estudar a eficiência de tais protocolos no alívio da dor e no controlo local das referidas lesões e a sua influência no decurso da doença, baseados no período de seguimento dos casos clínicos descritos, o qual compreendeu 72 a 406 dias. As técnicas e o tratamento multimodal propostos foram simples, bem-sucedidos e seguros nos casos descritos. O protocolo multimodal foi bem tolerado por todos os canídeos e as complicações e efeitos secundários da terapêutica aplicada foram mínimos. Em resposta ao tratamento, foi registado alívio completo da dor nos 3 pacientes, que se prolongou por todo o período de seguimento. Adicionalmente, as lesões foram consideradas como radiologicamente estacionárias até ao fim do período de seguimento em 2 canídeos. Contudo, um terceiro paciente sofreu fractura patológica 396 dias após o início do tratamento. Do conhecimento do autor, este constitui o primeiro estudo no âmbito da Medicina Veterinária, no qual foi descrito o tratamento multimodal, envolvendo cimentoplastia e radioterapia por megavoltagem, em lesões osteolíticas apendiculares, que não exclusivamente osteossarcomas, e a técnica de cimentoplastia percutânea guiada por TC. Adicionalmente, é o primeiro estudo em Medicina Veterinária, em que foram descritas as técnicas radioterapia em quistos aneurismáticos ósseos e em tumores de células gigantes.
ABSTRACT - CIMENTOPLASTY COMBINED WITH RADIATION THERAPY IN THE TREATMENT OF APPENDICULAR OSTEOLYTIC LESIONS IN DOGS - The current study used a sample of 3 dogs, diagnosed respectively with an aneurysmal bone cyst, an osteosarcoma and a Giant Cell Tumor, at the appendicular skeleton, and aimed to: 1) describe the multimodal treatment of appendicular osteolytic lesions, using cementoplasty (by Computed Tomography (CT)-guided percutaneous technique or by the technique following curettage) combined with electrons megavoltage radiation therapy and other adjuvant therapy, considered pertinent in each case ; 2) report the complications and adverse side effects of the treatment; 3) suggest corrections of the proposed techniques; 4) study the efficiency of the treatment in enhancing pain relief and local control of the lesions and its influence in the course of the disease, based on the follow-up period of the reported cases, which ranged from 72 till 406 days. The techniques and the multimodal treatment described were simple, well-succeeded and safe in the reported cases. The multimodal protocol was well tolerated in all patients and the complications and adverse side effects were minimal. The treatment achieved complete pain relief, which remained till the end of the follow-up period in all patients. Moreover, the lesions were considered radiologically stable during the whole follow-up period in 2 dogs. However, one patient experienced pathologic fracture 396 days after the beginning of the treatment. To the author’s knowledge, this is the first study in veterinary medicine reporting the mentioned multimodal treatment in other appendicular osteolytic lesions than osteosarcoma, and describing the CT-guided percutaneous cementoplasty. This is also the first study describing the radiation therapy techniques for aneurysmal bone cysts and giant cell tumors in veterinary medicine.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4591
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Cimentoplastia associada a radioterapia no tratamento de lesoes osteoliticas do esqueleto apendicular em canideos.pdf3.36 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE