UTL Repository >
ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP - Biblioteca do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas >
BISCSP – Teses de mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4559

Title: Autonomia, administração e gestão das escolas públicas em Portugal no espaço público:o debate sobre agregação de agrupamentos (2010-2011)
Authors: Lopes, Patrícia Filipa da Silva
Advisor: Serra, Fernando Humberto Santos
Keywords: Políticas públicas da educação
Espaço público
Administração escolar
Ensino básico e secundário
Reordenamento da rede escolar
Portugal
Public policy of education
Public space
School administration
Elementary and secondary education
Reorganization of the school network
Portugal
Issue Date: 27-Jun-2012
Publisher: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Abstract: Desde o final dos anos oitenta que, em Portugal, se tem vindo a assistir a um conjunto de reformas educativas relacionadas com a mudança do papel do Estado no governo da educação. Esta mudança anuncia a transição de um Estado que, por intermédio da burocracia governamental, desempenhava o papel de provisor e administrador directo da educação, para um Estado que, agora, tende a assumir o papel de definidor de objectivos e, sobretudo, de fomentador e gestor de mecanismos de avaliação e de prestação de contas no sector educativo. No presente trabalho, analisamos o modo como diversos agentes (deputados, ministros, grupo de sindicatos, escolas, municípios, pais e especialistas) debateram na esfera pública da educação o processo de agregação de agrupamentos escolares em Portugal, no ensino básico e secundário. A partir da análise de artigos de opinião, que, conjuntamente com o registo de debates políticos, formam o corpus, procurámos evidenciar as razões que subjazem ao Reordenamento da Rede. Entre estas, sobressai o objectivo de redução da despesa, o que comporta uma perda de qualidade da escola pública.
In Portugal, since the late eighties, that it has been witnessing to a series of educational reforms related to the changing role of the State in the governance of education. This change announces the transition from a State that, through the governmental bureaucracy, played the role of direct promoter and administrator of education, to a State that now tends to assume the role of defining objectives and above all, of developer and manager of evaluation and accountability mechanisms in the educational sector. In this work, we analyze the way how different actors (deputies, ministers, union groups, schools, municipalities, parents and experts) debated in the educational public sphere the process of aggregation of school groups in Portugal, in school education. From the analysis of opinion articles which together with the registration of political debates form the corpus, we tried to highlight the reasons underlying the Reordering of the Network. Among these, stands the aim of reducing the expense, which results in a loss of quality of public school.
Description: Dissertação de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas
Peer Reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4559
Appears in Collections:BISCSP – Teses de mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Resumo_e_Abstract.pdf14.38 kBAdobe PDFView/Open
TRABALHO Mestrado FInal 27-06-2012.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE