UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4524

Title: Economia social em Portugal : a emergencia do terceiro sector na politica social
Authors: Coutinho, Maria Manuela Castro
Advisor: Silva, Joaquim Ramos
Keywords: Portugal
Economia Política Social
Terceiro Sector
Economic Social Policy
Third Sector
Issue Date: Oct-2002
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Coutinho, Maria Manuela Castro. 2002. "Economia social em Portugal : a emergencia do terceiro sector na politica social". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: O terceiro sector tornou-se nas últimas duas décadas tema central no âmbito da economia e da política social. Enquanto espaço de investigação, a sua problemática atingiu particular interesse, tendo em conta os impasses e os novos paradigmas que o Estado providência conheceu a partir dos anos 70. O presente estudo vem ao encontro desta preocupação, na procura de uma análise consistente sobre o terceiro sector como suporte da política social portuguesa. Procurou-se assim dar visibilidade às suas iniciativas, ao longo do século e à sua capacidade para constantemente reagir à marginalização de grupos sociais e quando os esforços de integração sócio política do sector público falham. Neste contexto, abordam-se as perspectivas de evolução do terceiro sector, sobretudo ao pôr em questão orientações económicas e de política social dominantes, no sentido de que as áreas não lucrativas são irrelevantes para o funcionamento da economia - o grande desafio da economia social. Um balanço sobre as novas perspectivas abertas pelo desenvolvimento da economia social na Europa assenta a análise num panorama mais vasto. Pretendendo-se ir além do diagnóstico que a recolha de dados permitiu, recorremos a estudos experimentais para a definição de índices que tornem visível a evolução e o estudo da sociedade civil em Portugal na viragem do milénio. A fim de complementar o estudo, avançámos com a avaliação de duas experiências concretas, que emergiram nos anos 70, com estratégias no domínio da política social, visando a melhoria do bem estar. Constituindo-se como passo importante para uma economia local, sustentada - centrada nas pessoas e nas suas necessidades - foram também alternativa às propostas formais da política social. Reforçaram a ideia por nós avançada de que a responsabilidade multiforme e o "ser pró-activo" que caracteriza as OSC é uma mais valia para os novos rumos que despontam no domínio da política social.
Suddenly everybody is talking about civil society. In the academic debate the term reappears by the end of 1980's, at about the same time as unemployment, poverty and social exclusion emerge at a broader scale. It suggests that this is not a mere coincidence, but there is a relationship between them. Everywhere in Europe a number of specific groups search and experiment new paths to development, through new third sector initiatives, which differ from both the traditional market -oriented once as well as from those managed by public administration. The recognition of these phenomena cannot be considered as new. In Portugal, over the last 100 years a whole series of civil movements have developed. Even, near to us, the seventies have been a time of accelerated changes on social policy and on civil society initiatives. Thus, in the present research, perspectives of evolution of the third sector are approached, as well as the socio-economy challenges: a key point to the development of social policy strategies. In our study we have calculated indexes and indicators, based on experimental studies. Our aim is to make visible the scope and impact of the civil society. In particular, the study of two organisations emerged in the seventies that strengthened the third sector, through the promotion of pilot projects addressed to the solution of social problems enriches significantly the ongoing debate. They make visible the major role played by third sector economic initiatives. As a conclusion, we can say that third sector strengthens the concept of social economy as a form of attaining the connection between social and economic objectives. Therefore, organisations of the third sector are the key element to express different understandings of social policy towards not only its active participation but also its multiform responsibility.
Description: Doutoramento em Economia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4524
Appears in Collections:DE - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TD-MMSFCC-2002.pdf20.43 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE