UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Departamento de Economia / Department of Economics >
DE - Documentos de trabalho / Working Papers >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4428

Title: O comércio intra-sectorial no sector agro-alimentar em Portugal : o cluster de produtos competitivos
Authors: Hagatong, Cristina
Faustino, Horácio
Keywords: Comércio intra-sectorial
Comércio intra-sectorial horizontal
Comércio intra-sectorial vertical
Diferenciação do produto
Indústria agro-alimentar
Portugal
União Europeia
Issue Date: 2012
Publisher: ISEG - Departamento de Economia
Citation: Hagatong, Cristina e Horácio Faustino. 2012. "O comércio intra-sectorial no sector agro-alimentar em Portugal : o cluster de produtos competitivos". Instituto Superior de Economia e Gestão - DE working papers nº18-2012
Series/Report no.: DE working papers;nº18-2012
Abstract: Com base nos dados de comércio para os 27 países da União Europeia e para os 10 principais parceiros comerciais no resto do mundo, este trabalho analisa a evolução do comércio intra-sectorial total e por tipos (comércio intra-sectorial horizontal e vertical) na indústria agro-alimentar (IAA) Portuguesa para o período 2000-2008. Utilizando uma desagregação a 5 dígitos da CAE, o estudo analisa os 20 principais do comércio bilateral (produtos em que o comércio- exportações mais importações- é mais elevado) sendo os índices ao nível da indústria calculados como média ponderada dos índices ao nível do produto. A análise para a IAA permite-nos concluir que este sector acompanha a evolução do nosso país como país desenvolvido em termos do padrão de comércio dos produtos industriais. Ao longo do período em análise houve um aumento do conteúdo intra-sectorial no comércio dos produtos da IAA e o comércio intra-sectorial é predominantemente do tipo vertical. Os resultados evidenciam, também, que os nossos principais parceiros comerciais em termos de comércio intra-sectorial na IAA são a Espanha (com grande destaque), a Itália, a França e a Bélgica e a Alemanha, coincidindo, em termos gerais, com aqueles que são os nossos principais parceiros comerciais. Na análise para os países extra- Comunitários destaca-se o Canadá. Na análise microeconómica destacam-se a produção de vinhos comuns e licorosos, os produtos cárneos, os lacticínios, mas, também, a produção de azeite, a fabricação de sumos de frutos e de produtos hortícolas e a congelação de produtos de pesca e da aquacultura, principalmente no comércio com a Espanha. Novamente, a Espanha e a Itália são os mercados mais importantes para os produtos referidos.
Based on trade data for the 27 European Union countries and the 10 major trading partners around the world, this paper analyzes the evolution of intra-sectoral trade total and by type (intra-sectoral horizontal and vertical) in the Portuguese agri-food industry (IAA) for the period 2000-2008. Using a desegregation of the 5-digit CAE, the study analyzes the 20 major bilateral trade (goods that have trade-exports plus imports is higher) and the indices at the industry level calculated as a weighted average of the indices at the product level . The analysis for the IAA allows us to conclude that the industry follows the evolution of our country as a developed country in terms of the pattern of trade in industrial products. Throughout the period under review there was an increase in the content intra-sectoral trade in products of IAA and intra-sector is predominantly vertical. The results show also that our major trading partners in terms of intra-sectoral is IAA in Spain (with great emphasis), Italy, France and Belgium and Germany, coinciding in general with those our major trading partners. In the analysis to countries outside the Community stands out Canada. In microeconomic analysis include the production of table wines and fortified wines, meat products, dairy products, but also the production of olive oil, the manufacture of fruit and vegetables and frozen fishery products and aquaculture, especially in trade with Spain. Again, Spain and Italy are the most important markets for the products concerned.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4428
ISSN: 0874-4548
Publisher version: https://aquila.iseg.utl.pt/aquila/getFile.do?method=getFile&fileId=272996&contentContextPath_PATH=/departamentos/ec/lateral/menu-working-papers/nova-serie/2012&_request_checksum_=13fb6cc7a259a39eb1de4b0619eb0898595cc6d4
Appears in Collections:DE - Documentos de trabalho / Working Papers

Files in This Item:

File Description SizeFormat
WP18DE12.pdf979.44 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE