UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4391

Title: Avaliação epidemiológica de focos de brucelose bovina na DIV de Elvas, região do Alentejo, no âmbito do plano de erradicação da doença
Authors: Silva, André Filipe Elias da
Advisor: Boinas, Fernando Jorge Silvano
Keywords: Brucelose Bovina
vacinas
RB51
avaliação epidemiológica
Alentejo
Bovine Brucellosis
vaccines
epidemiological assessment
Issue Date: 18-Mar-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SILVA, A. F. E. (2011). Avaliação epidemiológica de focos de brucelose bovina na DIV de Elvas, região do Alentejo, no âmbito do plano de erradicação da doença. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A Brucelose Bovina (BB) é uma doença bacteriana dos bovinos causada por Brucella abortus, menos frequentemente por B. melitensis e ocasionalmente por B. suis, podendo causar doença em humanos. É uma doença de declaração obrigatória com distribuição mundial, responsável por elevadas perdas económicas nos países, como Portugal, em que é endémica. Clinicamente é caracterizada por um ou mais dos seguintes sinais clínicos: aborto no último terço da gestação, retenção placentária, orquite, epididimite e, raramente, artrite. A infecção pode ocorrer in utero para a descendência ou pelo contacto com secreções e excreções de animais infectados, apresentando altos índices de infecciosidade e resistência no meio ambiente. O diagnóstico clínico não permite a confirmação da infecção sendo para isso necessário recorrer ao diagnóstico laboratorial. Para rastreio da infecção geralmente é usada serologia utilizando os testes do Rosa Bengala (RB), da Fixação do Complemento (FC) ou o ELISA ou testes no leite como o Teste do Anel ou mesmo o ELISA. Também existem testes alérgicos como a Brucelina por via intradérmica. O isolamento laboratorial da Brucella spp a partir de materiais infectados é a prova laboratorial definitiva para confirmação da infecção mas pode apresentar uma sensibilidade baixa. Após a identificação da espécie de Brucella ela deve ser caracterizada em termos de biovariedade. Mais recentemente, tem sido implementado o uso de PCR quer como complemento ao isolamento de Brucella spp quer como método de biotipificação baseada em sequências genómicas específicas. Esta doença tem sido erradicada de diversos países utilizando medidas médicas e sanitárias implementadas no âmbito de programas oficiais de erradicação. Em Portugal existe um plano de Erradicação co-financiado pela União Europeia que é coordenado pela Direcção Geral de Veterinária e implementado no terreno pelas Organizações de Produtores Pecuários. Este plano é baseado na testagem periódica dos efectivos e no abate dos animais positivos assim como no controlo de movimentos de animais entre explorações. Complementarmente, tem sido implementada em anos recentes, a vacinação com RB51 dos efectivos das unidades epidemiológicas. Neste trabalho é apresentada uma avaliação epidemiológica inicial de uma campanha de vacinação de um efectivo total de cerca de 2000 animais, de 7 explorações do Alto Alentejo infectadas com Brucella spp em que foi implementado um programa de vacinação em massa com RB51.
ABSTRACT - EPIDEMIOLOGICAL EVALUATION OF A VACCINATION CAMPAIGN AGAINST BOVINE BRUCELLOSIS IN THE REGION OF ALENTEJO WITH THE RB51 VACCINE - Bovine Brucellosis (BB) is a bacterial disease of cattle caused by Brucella abortus, less frequently by B. melitensis and occasionally by B. suis, which can cause disease in humans. It is a notifiable disease with worldwide distribution, responsible for economic losses in countries such as Portugal, where it is endemic. Clinically it is characterized by one or more of the following clinical signs: abortion in the last third of gestation, retained placenta, orchitis, epididymitis and, rarely, arthritis. Infection can occur to offspring in utero or by contact with secretions and excretions of infected animals, with high rates of infectivity and resistance in the environment. The clinical diagnosis does not allow the confirmation of the infection, being necessary to use the laboratory diagnosis. To track the infection, serology tests are often used. Is common the use of the Rose Bengal (RB), Complement Fixation (CF) or ELISA tests. Milk testing using the Milk Ring Test or milk ELISA is an option. There are also allergy tests as intradermal brucellin. The laboratory isolation of Brucella spp from infected materials is the definitive laboratory test to confirm infection but may have a low sensitivity. After identification of Brucella she should be characterized in biovar. More recently it has been implemented the using of PCR as a complement to the isolation of Brucella spp or as a biotyping method based on specific genomic sequences. This disease has been eradicated from many countries using medical and health measures implemented as part of the official eradication programs. In Portugal there is a plan for Eradication of BB, co-financed by the European Union, which is coordinated by the Veterinary National Authority and implemented on the ground by Livestock Producers Organisations. This plan is based on regular testing of herds and culling of positive animals as well as on the control of animal movements between farms. In addition, it has been implemented in recent years, the vaccination with RB51 of bovines from specific epidemiological units. This thesis presents an initial epidemiological assessment of a vaccination campaign in the Alto Alentejo of a total of about 2,000 animals within seven farms infected with brucellosis, in which was implemented a program of vaccination with RB51.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4391
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Avaliaçao epidemiologica de focos de brucelose bovina na DIV de Elvas, regiao do Alentejo, no ambito do plano de erradicaçao da doença.pdf18.94 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE