UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4366

Title: Qualidade de vida no trabalho e mudança de qualificação no setor de transportes urbanos rodoviários : estudo dos casos de Campina Grande (Brasil) e Lisboa (Portugal)
Authors: Diniz, Maria da Guia
Advisor: Jesus, António P. Brandão Moniz de
Issue Date: Apr-2000
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Diniz, Maria da Guia. 2000. "Qualidade de vida no trabalho e mudança de qualificação no setor de transportes urbanos rodoviários : estudo dos casos de Campina Grande (Brasil) e Lisboa (Portugal)". Tese de Doutoramento. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: Objetivando investigar os fatores que contribuem para a melhoria da qualidade de vida no trabalho dos motoristas do transporte urbano e tendo em vista a melhoria da qualidade do serviço, este estudo trata dos casos de Campina Grande, PB (Brasil) e de Lisboa (Portugal) cujo tema focaliza os fatores da organização do trabalho, das condições de trabalho e da motivação/satisfação dos empregados. Os dados foram levantados através do questionário aplicado junto aos motoristas, numa amostra estratificada formada por 67 motoristas de Campina Grande e 67 motoristas da Carris, escolhidos em função do tempo disponível no momento da coleta de dados, correspondendo a 25% e J,5% dos respectivos universos, bem como através da observação simples, dentro do ônibus, em seu percurso normal. Através da entrevista, os passageiros apontaram os indicadores de qualidade do transporte urbano e os representantes das empresas operadoras foram entrevistados com o intuito de se colher sua opinião quanto à indicação dos operadores e para se averiguar sua pretensão relativa à melhoria da qualidade do serviço que operam. Os resultados mostram que, à luz da penosidade em que o sofrimento ultrapassa o limite do suportável, embora presente em sua qualidade de vida no trabalho, o sofrimento do motorista não alcança os limites da penosidade. Avaliado através de uma versão reduzida do JDS (Job Diagnostic Survey) de Hackman e Oldhan é, de modo geral, satisfatório o nível de satisfação/motivação dos motoristas no tocante às características do próprio trabalho; no entanto, focos geradores de insatisfação e de desmotivação foram identificados, razão pela qual intervenções se fazem necessárias. Alguns fatores das condições sob as quais o trabalho é desenvolvido requerem intervenções ergonômicas. O dia de trabalho é considerado normal. Em termos de horário, as condições dos motoristas de Campina Grande são similares às dos efetivos da Carris. Os horários irregulares dos supra e o desconforto decorrente, entretanto, os tornam uma categoria à parte e fazem com que seu trabalho se mostre mais sofrido que o dos demais. A maioria disse sentir fadiga, sendo o trânsito apontado como agente de um alto nível de fadiga, mais mental do que física e contam com a adaptação como atenuante. As empresas necessitam intensificar esforços na qualificação e na motivação de seu pessoal e corrigir distorções no relacionamento com os empregados, que se apresentou com sintomas de autoritarismo; a modernização empresarial torna-se necessária e no benchmarking pode-se encontrar a oferta de solução. Os resultados confirmam a hipótese de que a qualidade do serviço é completamente dependente da qualidade de vida no trabalho. Considerando-se a opinião dos empresários, juntamente com a dos passageiros, oferecer, através dos operadores, um bom atendimento, assim como operar num sistema bem organizado, contando com mão-de-obra capacitada, veículos em boas condições higiênicas e em perfeito estado de conservação e maior número de veículos, constituem os critérios que definem "boa qualidade" em transporte urbano. Tais critérios poderão orientar o encaminhamento da ação administrativa em direção à melhoria da qualidade de vida no trabalho dos operadores e, por conseguinte, o aprimoramento da qualidade desse serviço público.
Aiming to investigate the factors that contribute to the life quality improvement of the urban transportation labor work and aim in terms of the improvement of the service quality, this studv is about the cases of Campina Grande, PB (Brazil) and of Lisbon (Portugal) which suject focus on the factors of the work organization, of work conditions and of the employees' motivation satisfaction. The data were collected through questionnaire applied to the drivers, in a sorted sample formed by 67 drivers from Campina Grande and 67 drivers from Carris, chosen in function of the available time in the moment of the data collection, corresponding 25% and 3jf% of the respective universes, as well as through the simple observation, in the bus, in its normal course. Through the interview, the passengers pointed out the indicators of quality of the urban transportation and the representatives of the companies operators were interviewed in order to get their opinion about the indication of operators and to find out its relative intention on the improvement of the service quality that they operate. The results show that, when the suffering surpasses the limit of what's bearable, although present in its life quality in the work, the driver's suffering doesn't reach the limits of what's painful. Evaluated by a reduced version of JDS (Job Diagnostic Survey) of Hackman and Oldhan it is, in general, satisfactory the level of the drivers' satisfaction/motivation concerning the characteristics of their own work; however, generating points of dissatisfaction and dismotivation were identified, reason for the which interventions make it necessary. Some factors of the conditions under which the work is developed request ergonomic interventions. The day of work is considered normal. In schedule terms, the drivers' conditions from Campina Grande are similar to the conditions of those from Carris. The irregular schedules and the current discomfort, however, turn them a separated category and that make their work more suffering than the others. Most said to feel fatigue, being the traffic pointed as agent of a high fatigue level, more mental than physical and they count on the adaptation as extenuating. The companies need to take measures to improve the qualification and in its personnel's motivation and to correct mistakes in the relationship with the employees, that came with authoritarian attitude symptoms; the managerial modernization becomes necessary and in the benchmarking we can meet the solution offer. The results confirm the hypothesis that the quality of the service is completely dependent of the life quality in the work. Being considered the managers' opinion, together with the passengers' one, to offer, through the operators, a good attendance, as well as operating in a very organized system, counting on qualified labor, vehicles in good hygienic conditions and perfect conservation state and larger number of vehicles, they constitute the approaches that define "good quality " in urban transportation. Such approaches can guide the direction of the administrative action in direction to the life quality improvement in the operators' work and, consequently, the improvement of the public service quality.
Description: Doutoramento em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4366
Appears in Collections:DCS - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis
BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TD-MGD-2000.pdf15.71 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE