UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4177

Title: O agente de implementação das políticas públicas é o que executa e não o que concebe aplicação ao caso da indústria têxtil e do vestuário
Authors: Mata, Ana Cristina Rodrigues Vieira da
Advisor: Andrez, Jaime
Keywords: Política Industrial,
Incentivos
IMIT
Indústria Têxtil e do Vestuário
Políticas Públicas
Economia
Industrial Policy
Incentive
IMIT
Textile and Garment Industry
Public Policies,
Economy
Issue Date: Oct-1999
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Mata, Ana Cristina Rodrigues Vieira da. 1999. "O agente de implementação das políticas públicas é o que executa e não o que concebe aplicação ao caso da indústria têxtil e do vestuário". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: O trabalho "O agente de Implementação das Políticas Públicas é o que executà^nSifciff: que concebe - Aplicação ao Caso da Indústria Têxtil e do Vestuário" pretende avaliar o impacto de um instrumento de Política Industrial específico para a Indústria Têxtil e do Vestuário - O programa de incentivos IMIT - , bem como aferir da real importância da execução prática das políticas públicas como forma de criação de condições de auto-sustentabilidade para o sector, em função dos objectivos inicialmente definidos. Para avaliar o impacto do Programa na estrutura das empresas foram analisados indicadores de evolução e indicadores económico-financeiros, para cada empresa da amostra escolhida, nos três anos antes da apresentação dos projectos de investimento, tendo sido comparados com os indicadores das empresas em ano cruzeiro de actividade. Constatou-se que, em geral, as empresas têxteis e de vestuário que beneficiaram deapoios ao abrigo do Programa IMIT, em particular no que se refere à Medida A2 –Planos de Modernização Empresarial, desenvolveram as suas estratégias de investimento por forma a conseguirem padrões de rentabilidade e condições de auto-sustentabilidade a prazo, com impacto ainda relevante nos aspectos de natureza qualitativa relacionados com factores dinâmicos de competitividade. Podemos pois concluir que, neste caso particular de aplicação do IMIT enquanto instrumento de Política Industrial, o agente que executa cumpriu os objectivos do agente que concebeu, nomeadamente no que releva à Medida A2 daquele Programa; fica, no entanto, como menor desempenho de quem gere, a incapacidade ou impossibilidade de ajustar o orçamento inicialmente concebido, às necessidades manifestadas pelos promotores.
This paper " The agent that implements public policies is the one that executes and not the one that conceives - The case of Textile and Garment Industry" intends to evaluate the impact of a specific instrument of industrial policy for the textile and garment industry - The incentive programme IMIT - , as well as to discuss the real importance of pratical execution of public policies, as a form to create conditions in order to sustain this industrial sector, by trying to achieve pre established goals. In order to evaluate the impact of this programme in the firms economic structure, evolution indicators as well as finantial and economic indicators, were used, for each firm, in the three years before iniciating the investment and then were compared with the same indicators for the cruising year of activity after implementing the investment. In general, all the textile and garment firms that obtained suppot from the IMIT Programme, particularly in what concernes Measure A2 - Plans for Enterprise Modernization, have developed their investment strategies in order to achieve higher revenues and have focus their investments in dynamic competitive factors, such as quality, marketing and design. We can conclude that, in this particular case of the IMIT Programme , the agent that executed has iulfiled the goals that were established by the agent that conceived, particularly in the case of Measure A2, still the fact remains that the management of the IMIT Programme failed to adjust the initial budget to the needs of the firms.
Description: Mestrado em Gestão e Estratégia Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4177
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DM-ACRVM-1999.pdf5.38 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE