UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/4050

Title: Diabetes Mellitus em cães e gatos : estudo retrospectivo de 35 casos clínicos
Authors: Santos, Filipa Alves
Advisor: Montenegro, Luís Miguel Fonte
Brito, Maria Teresa da Costa Mendes Vítor Villa de
Keywords: Diabetes Mellitus
cão
gato
factores de risco
complicações clínicas
dog
cat
risk factors
clinical complications
Issue Date: 16-Feb-2012
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SANTOS, F. A. (2012). Diabetes Mellitus em cães e gatos : estudo retrospectivo de 35 casos clínicos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A Diabetes Mellitus (DM) é uma doença endócrina complexa, de elevada prevalência na clínica de pequenos animais, que se caracteriza por uma hiperglicémia crónica, devido a uma incapacidade absoluta ou relativa das células β do pâncreas produzirem e secretarem insulina e/ou de uma acção insuficiente de insulina nos tecidos, e que vai resultar em importantes alterações no metabolismo dos hidratos de carbono, dos lípidos e das proteínas, que podem ser fatais se não devidamente tratadas. O objectivo deste estudo foi avaliar os aspectos epidemiológicos e clínico-patológicos presentes numa amostra populacional de 23 canídeos e 12 felídeos diabéticos, a fim de identificar eventuais factores predisponentes e as alterações clínicas e laboratoriais mais frequentes. Foi ainda avaliada a evolução da doença e o aparecimento de complicações associadas, desde o momento do diagnóstico. O presente estudo demonstrou que a DM é uma doença que ocorre tipicamente em canídeos e felídeos adultos, de meia-idade a geriátricos, afectando sobretudo os canídeos fêmeas inteiras e os felídeos machos inteiros. As principais alterações clínico-laboratoriais observadas foram hiperglicémia (100% em ambas as espécies), glicosúria (100% em ambas as espécies), cetonúria (56% nos cães e 42% nos gatos), aumento da actividade das enzimas FAS (70,5% nos cães e 37,5% nos gatos), ALT (43% nos cães e 75% nos gatos) e AST (44% nos cães e 33% nos gatos); hipertrigliceridémia (100%) e hipercolesterolémia (43%), na espécie canídea; e hiperbilirrubinémia (60%), na espécie felídea. O conhecimento dos factores de risco e doenças associadas à DM, é de extrema importância, para se poder aplicar um protocolo terapêutico atempado e adequado, de forma a garantir um correcto maneio desta endocrinopatia, bem como prevenir a ocorrência de complicações clínicas. As principais complicações clínicas associadas à DM foram: a cetoacidose diabética (39% nos cães e 50% nos gatos); a catarata diabetogénica (17%) e a ITU (17%), na espécie canídea; e a lipidose hepática (42%), na espécie felídea.
ABSTRACT - Diabetes Mellitus (DM) is a complex endocrine disease, with high prevalence in clinic of small animals, which is characterized by chronic hyperglycaemia due to absolute or relative inability of pancreatic β cells to produce and secrete insulin and/or an impaired insulin action in tissues, and that will result in important changes in the metabolism of carbohydrates, lipids and proteins, which can be fatal if not treated properly. The aim of this study was to evaluate the epidemiological and clinicopathological aspects present in a total of 23 canines and 12 felines diabetics, in order to identify possible predisposing factors and clinical and laboratory changes. It was also assessed the disease progression and the onset of associated complications, from the time of diagnosis. The present study demonstrated that DM is a disease that typically occurs in adult canines and felines, middle-aged to geriatric, mainly affecting the intact female canines and intact male felines. The main clinical and laboratory changes observed were hyperglycemia (100% in both species), glycosuria (100% in both species), ketonuria (56% in dogs and cats 42%), increased activity of enzymes FAS (70, 5% in dogs and 37.5% in cats), ALT (43% in dogs and 75% in cats) and AST (44% in dogs and 33% in cats); hypertriglyceridemia (100%) and hypercholesterolemia (43%) in canine species; and hyperbilirubinemia (60%) in the feline species. Knowledge of risk factors and diseases associated with DM, it is extremely important, in order to implement a timely and appropriate treatment protocol, to ensure the proper management of endocrine disease, as well as prevent the occurrence of clinical complications. The main complications associated with DM were: diabetic ketoacidosis (39% in dogs and 50% in cats), diabetic cataracts (17%) and UTI (17%) in canine species, and hepatic lipidosis (42%) in feline species.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/4050
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Diabetes Mellitus em caes e gatos.pdf2.09 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE