UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3750

Title: Competitive advantages as source of excess stock returns
Authors: Alves, Nelson Miguel Jacinto
Advisor: Vieira, Pedro Rino
Keywords: Valuation
Strategic Management
Steel Industry
Gross Margin
Competitive Advantages
CAPM
Portfolio Theory
Cross Section Returns
Valorização
Gestão Estratégica
Industria Siderúrgica
Margem Bruta
Vantagens Competitivas
CAPM
Teoria da Carteira
Cross Section Rrturns
Issue Date: Oct-2011
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Alves, Nelson Miguel Jacinto. 2011. "Competitive advantages as source of excess stock returns". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Abstract: The perspectives assessment of any given company is a vital step to the efficiency of the valuation process. A correct assessment will result in the definition of assumptions that will lead to better valuation results. Wrong conclusions are frequently taken because a bad assessment was made and this is the result of the lack of a proper framework that guides the analysis of company perspectives. To solve this problem we decided to use strategic management theory and test the relation between stock returns and competitive advantages relevant for a given industry. We applied this method to the Steel Industry and tested it statistically. The results showed us that, generally, improvements in the operational efficiency, measured by the first differences in gross margin, provide excess returns. This results show us that the use of Competitive Advantages to select portfolios, in the Steel Industry, yields better than average returns.
A avaliação das perspectivas para uma determinada empresa é um passo critico no processo de valorização de uma acção. Uma correcta avaliação resulta na definição de um conjunto de pressupostos que levarão a uma avaliação mais precisa. Analises erradas levam a conclusões erradas e são resultado da falta de um quadro orientador que direccione o estudo das perspectivas das empresas em causa. Para resolver este problema decidimos recorrer à teoria da gestão estratégica e testar a relação entre rendibilidades de acções e Vantagens Competitivas relevantes em determinada indústria. Aplicámos este método à Industria Siderúrgica e realizamos testes estatísticos. Os resultados mostram-nos que, na generalidade, melhorias na eficiência operacional, medida através das primeiras diferenças da margem bruta, oferece retornos acima da taxa de retorno sem risco. Estes resultados mostram-nos que a selecção de portfolios, utilizando Vantagens Competitivas, permitem-nos obter retornos acima da média.
Description: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3750
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DM-NMJA-2011.pdf337.24 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE