UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
BFMH - Biblioteca da Faculdade de Motricidade Humana - Noronha Feio >
BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3746

Title: Decision making behaviour in team sports : informational constraints and the dynamics of interpersonal coordination in rugby union
Authors: Correia, Vanda Isabel Tavares
Advisor: Araújo, Duarte Fernando Rosa Belo Patronilho de
Keywords: Affordances
Constraints
Decision-making
Expertise
Goal-directed behavior
Information
Interpersonal coordination
Rugby union
Team sports
Acoplamento percepção-acção
Comportamento intencional
Constrangimentos
Coordenação interpessoal
Desportos de equipa
Informação
Rugby XV
Tomada de decisão
Issue Date: 2011
Abstract: This thesis aimed to investigate informational variables that constrain the dynamics of interpersonal coordination underlying players’ decision-making behaviour in team sports. We begin with a position paper highlighting the need for understanding how performers interact and generate goal-directed adaptive behaviours coupled to the information sources unfolding in the performance contexts. Thereafter, in all empirical studies performer-environment interactions are analysed with process-tracing methods to examine behaviours’ dynamics. Relevant variables expressing players’ behavioural interactions were identified and analysed in matches and rugby sub-phases (i.e., 1vs1, 1vs2, 3vs3). Analysis of the distance gained dynamics in attacking phases of actual matches revealed that ball displacement provides information on team successful performance. Besides, this variable dynamics described the functional coordination between players and teams. Using also actual match data, the functional role of gap closing information during 1vs1 sub-phases was analysed. Time-to-contact between attacker and defender was suggested as yielding information about future pass possibilities. In an in situ simulation of 1vs2 sub-phase, the manipulation of the initial distance between defenders demonstrated that decision-making behaviours are differently expressed as a function of changes made in participants’ spatial location. This gave evidence for the flexible and adaptive nature of players’ goal-directed behaviour to current task constraints. Finally, observations of participants performing a virtual reality simulation of 3vs3 sub-phase revealed how opening of gaps in the defensive line shapes decision-making behaviour of the ball-carrier. An expertise effect was demonstrated for perceiving and acting upon affordances. In conclusion, this body of research found that decision-making behaviour emerges sustained by specific spatial-temporal information from goal-directed interactions between players.
Esta tese teve como objectivo investigar variáveis informacionais que constrangem a dinâmica da coordenação interpessoal subjacente ao comportamento decisional dos jogadores em desportos de equipa. Começamos com um artigo de opinião enfatizando a necessidade de se compreender como os atletas interagem e geram comportamentos intencionais e adaptativos acoplados a fontes de informação presentes nos contextos de performance. Em todos os estudos empíricos que se seguem, são analisadas interacções atleta-envolvimento com métodos de seguimento do processo para examinar a dinâmica do comportamento. Foram identificadas e analisadas variáveis relevantes expressando as interacções comportamentais dos jogadores em jogos e subfases de rugby (i.e., 1x1, 1x2, 3x3). Análise da dinâmica da “distância ganha” em fases de ataque do jogo formal revelou que o deslocamento da bola fornece informação sobre o desempenho de sucesso das equipas. A dinâmica desta variável manifestou-se também caracterizadora da coordenação funcional entre jogadores e equipas. Utilizando ainda dados recolhidos em jogo, foi analisado o papel funcional da informação proveniente de espaços em encerramento durante subfases de 1x1. O tempo-para-contacto entre atacante e defesa foi sugerido como contendo informação sobre possibilidades de passe. Numa simulação in situ de subfases de 1x2, a manipulação da distância inicial entre defesas demonstrou que os comportamentos decisionais são expressos distintamente em função de mudanças efectuadas nas localizações espaciais dos participantes. Isto forneceu evidência da natureza flexível e adaptativa do comportamento intencional dos jogadores em relação aos constrangimentos da tarefa presentes. Finalmente, a observação de jogadores a desempenhar uma subfase de 3x3 virtualmente simulada relevaram que espaços que surgem na linha defensiva moldam o comportamento decisional do jogador com bola. Um efeito de perícia foi demonstrado para a percepção e acção sobre affordances. Em conclusão, este corpo de investigação verificou que o comportamento decisional emerge de informação espácio-temporal específica que resulta das interacções intencionais entre jogadores.
Description: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Ciências do Desporto
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3746
Appears in Collections:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TeseDoutoramentoDefinitiva_VandaCorreia.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE