UTL Repository >
FA - Faculdade de Arquitectura >
DCST - Departamento de Ciências Sociais e do Território >
DCST - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3705

Title: A cidade como personagem no cinema
Authors: Ávila, Sofia Xavier
Advisor: Figueiredo, Carlos Manuel de Almeida
Keywords: Cidade
Issue Date: Jul-2011
Publisher: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Citation: ÁVILA, Sofia Xavier - A Cidade como personagem no cinema. Lisboa : FA, 2011. Tese de Mestrado
Abstract: A cidade é o habitat natural do Homem, esta é a expressão física do seu espaço existencial. A sua estrutura dá-lhe um centro, uma orientação e uma localização. Cada cidade tem uma identidade própria expressa na arquitectura e consequentemente na malha urbana. Esta é o resultado da cultura de um povo adquirida através da sua memória colectiva. O cinema é a arte da ilusão espacial. O que vemos pode ter como base um espaço existente, mas a sua representação é sempre efeito de uma manipulação do espaço, de modo a criar a imagem pretendida. A narrativa cinematográfica gira em volta das personagens e da interacção que existe entre elas e destas com o espaço. A cidade utilizada para cenário, quer seja real ou fictícia, tem um papel importante na delimitação do espaço de acção dos actores, definindo toda a sua movimentação, fazendo com que a sua presença seja tão relevante como qualquer uma das personagens principais. Os objectivos principais deste trabalho são demonstrar a importância da cidade na construção espacial cinematográfica, compreender de que forma é que o tema de um cenário pode ser relevante na narrativa visual de um argumento, mesmo quando esse espaço não existe na realidade e é completamente construído em estúdio ou por computação e finalmente demonstrar a importância da cenografia na construção da representação visual da cidade. Conclui-se que o cinema apenas é possível devido à compreensão do espaço físico onde o Homem existe. Por outro lado a cidade de hoje é o resultado de uma concepção arquitectónica que também tem como base um conceito cenográfico.
ABSTRACT - The city is the man’s natural environment. It is his physical structure that gives him a center, an orientation and a placement, becoming the expression of his existential space. Each city has its own identity, expressed through architecture and urban space, as the outcome of the cultural memory of people. Film is the art of spatial illusion. What we see can be based on reality but its representation is always the effect of space manipulation, in order to achieve the intended image. The cinematographic narrative turns around characters and their interaction with each other and the surround space. When the city is used as a set, whether real or faked, it has an important role determining the actor’s movement through the delimitation of space. This makes its presence as significant as any of the main character. The main goals of this work are: to demonstrate the importance of the city in the cinematic space construction; to analyze how the theme of the set can be relevant in the visual telling of the script, even when the location is completely built in a “black box” studio or through a computer; and finally to prove the importance of production and set design in the construction of the city visual representation. One can conclude that film is only possible through the understanding of man’s physical space where he exists. On the other hand, today’s cities are the result of an urban and architectural conception that is also based on a scenic approach.
Description: Tese de Mestrado em Arquitectura, com especialização em Planeamento Urbano e Territorial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3705
Appears in Collections:BFA - Teses de Mestrado
DCST - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Documento Final.pdf7.12 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE