UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3580

Title: Caracterização preliminar dos níveis de colesterol plasmático em canídeos em função do sexo, raça, idade e condição corporal
Authors: Medeiros, Ricardo Miguel Pedroso
Advisor: Vicente, Gonçalo Eduardo Vítor
Carreira, Luís Miguel Alves
Keywords: Canídeo
Lipoproteínas plasmáticas
Colesterol
Lipoproteínas de alta densidade
Dog
Plasmatic Lipoproteins
Cholesterol
High-density lipoproteins
Issue Date: 4-Nov-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: MEDEIROS, R. M. P. (2011). Caracterização preliminar dos níveis de colesterol plasmático em canídeos em função do sexo, raça, idade e condição corporal. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: Envolvido em múltiplas funções da homeostasia do corpo, o colesterol, depois de absorvido no lúmen intestinal e processado nos enterócitos, entra na corrente sanguínea onde é transportado sob a forma de lipoproteínas as quais se classificam de acordo com a sua densidade, resultante da quantidade e do tipo de apoproteínas e de colesterol que as constituem, em quilomicras, lipoproteínas de muito baixa densidade (VLDL), lipoproteínas de densidade intermédia (IDL), lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e lipoproteínas de alta densidade (HDL), sendo esta última a fracção predominante no cão. É sabido que os valores de colesterol e o perfil das lipoproteínas plasmáticas variam em função de um conjunto de factores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. O presente estudo utilizou uma amostra de 20 indivíduos (n=20) da espécie Canis lupus familiaris, e teve por objectivos: 1) Caracterizar os indivíduos incluídos no estudo quanto ao sexo, raça, idade e condição corporal; 2) Determinar a relação entre os valores plasmáticos de COL e as variáveis consideradas em 1); 3) Determinar a relação entre os valores plasmáticos de HDL-C e as variáveis consideradas em 1); 4) Determinar a relação entre os valores plasmáticos de COL e HDL-C. Os resultados obtidos permitiram concluir que na amostra a média dos valores de COL foi de 223,20±85,54mg/dL, encontrando-se a maioria dos indivíduos (95%) numa situação de normocolesterolémia. Os indivíduos mais velhos, os mais obesos e as fêmeas inteiras, foram os que apresentaram os valores de COL mais elevados. Para o HDL-C, a média foi de 86,02±10,37mg/dL, tendo sido os valores mais elevados registados em fêmeas inteiras, e os mais baixos nos indivíduos obesos. Os testes estatísticos realizados não permitiram contudo excluir a hipótese nula da ausência de diferenças nos valores de COL e de HDL-C, considerando os parâmetros sexo, raça e condição corporal para ambos e ainda, para o HDL-C, o factor idade.
ABSTRACT - Preliminary characterization of plasmatic cholesterol values in dogs based on gender, age, breed and body condition - Playing a role in multiple functions of the body homeostasis, the cholesterol, after being absorbed at intestinal lumen and processed by the enterocyte, reaches bloodstream, where its transport is performed by lipoproteins, classified by their density, which result from its constitution in apoproteins and cholesterol, in chylomicrons, very-low density lipoproteins (VLDL), intermediate density lipoproteins (IDL), low-density lipoproteins (LDL) and high-density lipoproteins (HDL), being this last one the predominant fraction in the dog. It is well known that total cholesterol and the profile of plasmatic lipoproteins vary in function of a set of factors, intrinsic and extrinsic to the individuals. The present study used a sample of 20 individuals of Canis lupus familiaris specie, to achieve the following objectives: 1) characterize the individuals included according to their gender, breed, age and body condition; 2) determine a relation between the plasmatic values of COL and the variables considered at 1); 3) determine the existence or not of a relation between the plasmatic values of HDL-C and the variables considered at 1); 4) determine the existence or not of a relation between the plasmatic values of COL and HDL-C. The results showed that the mean of COL values of the sample was 223,20±85,54mg/dL, and the majority of the individuals (95%) were in a situation of normocolesterolemia. The older individuals, the more obese and intact females showed the highest COL values. Concerning the HDL-C, the mean was 86,02±10,37mg/dL, the highest values were seen in intact females, and the lowest values were found in obese individuals. Nevertheless, the statistical tests to whom the sample was submitted did not allowed to exclude the nule hypothesis of the absence of differences in the values of COL and HDL-C considering gender, breed and body condition for both and still, for HDL-C, the age.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3580
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
CARACTERIZAÇÃO PRELIMINAR DOS NÍVEIS DE COLESTEROL PLASMÁTICO EM CANÍDEOS EM FUNÇÃO DO SEXO, RAÇA, IDADE E CONDIÇÃO CORPO~1.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE