UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3565

Title: Factores que afectam as taxas de gestação após a transferência de embriões equinos
Authors: França, Nara Assaf
Advisor: Alonso, Maria Augusta
Dias, Graça Maria Leitão Ferreira
Keywords: Transferência de embriões
taxas de gestação
eficiência programa
embryo transfer
pregnancy rates
reproductive efficiency
Issue Date: 22-Sep-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: FRANÇA, N. A. (2011). Factores que afectam as taxas de gestação após a transferência de embriões equinos. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: O sucesso de um programa de transferência de embriões resulta da interacção entre os factores que afectam a recolha do embrião e os factores que afectam a gestação após a transferência dos mesmos. A análise dos factores que poderão ter influência nas taxas de gestação pode ser muito útil para compreensão dos aspectos a melhorar em um programa específico de transferência de embriões, maximização de lucros e gestão de expectativas. Foram analisados dados relativos a 127 transferências de embriões de três épocas reprodutivas consecutivas entre 2008 e 2011 de um centro localizado no interior de São Paulo, Brasil. Os seguintes factores foram examinados em relação ao possível efeito na taxa de gestação após a transferência e morte embrionária, sendo alguns relacionados com as receptoras e outros relacionados com o embrião: época reprodutiva, ovulação do ano, qualidade da receptora que foi definida em função do tónus e morfoecogenicidade uterina e tipo de cio (natural ou artificial). Em relação aos factores relacionados com os embriões analisou-se o estadio de desenvolvimento do embrião, o diâmetro do embrião antes da transferência e a qualidade morfológica. As variáveis foram examinadas pelo teste exacto de Fisher em tabelas de contingência 2 X 2 e as diferenças foram consideradas significativas se p <0,05. Os valores obtidos nas taxas de gestação ao longo das três épocas aos 45 dias de gestação foram 51,4%, 38,5% e 50% respectivamente. Nenhuma das varáveis analisadas influiu de modo significativo nas taxas de gestação. No entanto, a qualidade da receptora e a qualidade do embrião foram as variáveis que apresentaram maior diferença na proporção entre éguas gestantes e não gestantes. (69,4% de éguas gestantes "aceitáveis" versus 33,3% de éguas gestantes "marginais" e 53,8% de éguas gestantes de embriões classificados de grau 1 e 2 versus 22,2% de éguas gestantes de embriões de grau 3 e 4) ". Uma vez que as condições de maneio, as ambientais, o tipo de animais usados e os embriões adquiridos são todos diferentes, não se podem estabelecer correlações directas entre os vários programas de transferência de embriões mas apenas uma tendência pelo que se recomenda uma análise específica para cada centro.
ABSTRACT - Factors affecting pregnancy rates after equine embryo transfer - The success of a program of embryo transfer is the result of the interaction between the factors that affect the collection of the embryo and the factors that affect the gestation after the respective transfer. The analysis of the factors that may have an influence on the rates of pregnancy can be highly valuable for the understanding of the aspects to be improved in a specific program of embryo transfer, optimizing the gains and managing expectations. We have analyzed the data pertaining to 127 embryo transfers of three consecutive reproductive seasons between 2008 and 2011 in a center located in inner São Paulo, Brazil. Many factors were examined for effects upon the pregnancy rate after the transfer and the embryonic death, some of these were related to the receptors and some related to the embryo. The effect of the reproductive season, the ovulation of the year, the quality of the receptor, defined in function of the tonus and uterine morphoecogenicity, and type of heat cycle was examined en relationship to the possible effect on the gestation rate after the transfer and embryonic death. In regards to the embryonic-factors we analyzed the stage of embryo development, the diameter of the embryo before and after transfer and the morphological quality. All the variables were examined according to the exact Fisher test in contingency charts 2 x 2 and the differences were considered significant if p <0.05. The pregnancy rates obtained for the three seasons at 45 days of gestation were, respectively, 51.4%, 38.5% and 50%. None of the analyzed variables had a significant influence on the pregnancy rates. However, the quality of the receptor and the quality of the embryo were the variables that showed greatest difference as far as the ratio of gestating to non-gestating mares (69.4% of ―acceptable‖ pregnant mares versus 33.3% ―marginal‖ pregnant mares and 53.8% of embryos classified as Grade-1 and 2 versus 22.2% of pregnant mares with embryos classified as Grade 3/4). Since the working conditions, the environment, the type of animals used and the collected embryos are all different we could not establish a direct connection between the various programs of embryo transfer but rather a tendency and therefore recommend a specific analysis for each center.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3565
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Factores que afectam as taxas de gestaçao apos a transferencia de embrioes equinos.pdf1.97 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE