UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3543

Title: Estudo de hemoparasitas transmitidos por vectores, em cães de canil, Setúbal, Portugal
Authors: Silva, Inês Picanço Castanheira da
Advisor: Fachada, António Pedro Bispo
Meireles, José Augusto Farraia e Silva
Keywords: Hemoparasitas
Erliquiose
Babesiose
Riquetsiose
Anaplasmose
Leishmaniose
Hemoparasites
Ehrlichiosis
Babesiosis
Rickettsiosis
Anaplasmosis
Leishmaniasis
Issue Date: 14-Sep-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SILVA, I. P. C. (2011). Estudo de hemoparasitas transmitidos por vectores, em cães de canil, Setúbal, Portugal. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: As doenças transmitidas por vectores são causadas por parasitas, bactérias ou vírus e são veiculadas pela picada de artrópodes (principalmente ixodídeos e mosquitos). Estas doenças afectam cães a nível mundial e a maioria delas têm potencial zoonótico. Nestas estão incluídas as doenças sob estudo: Erliquiose, Babesiose, Riquetsiose, Anaplasmose e Leishmaniose. A patogénese das doenças sob estudo, baseia-se fundamentalmente na resposta humoral exagerada e não protectora desenvolvida pelo hospedeiro, que provoca sintomas semelhantes aos de uma doença auto-imune. Isto é, ao contrário do que se podia pensar, não é o parasita em si que é responsável por todos os sintomas da doença, mas sim a resposta imunológica do hospedeiro à sua presença. No que respeita ao diagnóstico, os médicos veterinários podem ter a sua tarefa complicada devido à ausência de sintomas específicos e à presença de co-infecções (infecção por mais do que um parasita). A compreensão por parte do clínico, da patogenia e imunologia das doenças transmitidas por vectores, é uma ferramenta essencial para o diagnóstico rápido e preciso. Sob o ponto de vista zoonótico, se por um lado os canídeos actuam como sentinelas de doenças, por outro, são reservatórios de parasitas e importantes hospedeiros de transporte de vectores. Devido a isto um dos pontos fulcrais da prevenção destas hemoparasitoses é o controlo de vectores. Neste estudo foi realizado o rastreio de cinco doenças transmitidas por vectores, causadas pelos agentes: Ehrlichia canis, Anaplasma phagocytophilum, Rickettsia conorii, Babesia canis e Leishmania infantum. Este estudo incidiu sobre uma população de um canil de Setúbal, no qual foram testados 80 cães (29 machos e 51 fêmeas) escolhidos aleatoriamente. Os testes utilizados foram testes comerciais de imunofluorescência indirecta (IFI). Dos animais testados 58,75% dos animais encontravam-se infectados (20% co-infectados e 38,75% mono-infectados). As prevalências de anticorpos contra os 5 agentes foram: Rickettsia conorii (23,75%), Babesia canis (20%), Ehrlichia canis (16,25%), Leishmania infantum (16,25%) e Anaplasma phagocytophilum (12,5%).
ABSTRACT - Vector-borne diseases in kennel dogs, a study - Vector-borne diseases are caused by parasites, virus and bacteria, and transmitted through the bite of arthropods. These diseases have a great zoonotic potential and affect dogs worldwide. The five diseases studied (Ehrlichiosis, Babesiosis, Rickettsiosis, Anaplasmosis and Leishmaniasis) are included in this category of illness. The pathogenesis, it‘s based mainly on the humoral response developed by the host, that being exaggerated and not protective, causes symptoms similar to an autoimmune disease. Meaning, on the contrary to what might be thought, is not the parasite itself that is responsible for all the symptoms, but the host‘s immune response to their presence. Concerning the diagnosis, veterinarians can have their task complicated by the absence of specific symptoms and the presence of co-infection (infection for more than a parasite).The understanding of the clinical, the pathogenesis and immunology of vector-borne diseases, is an essential tool for rapid and accurate diagnosis. From the zoonotic point of view, dogs act as sentinels of disease, and are important reservoirs of parasites and carry vectors. Due to this, one of the key points for prevention of vector-borne diseases in animals and humans is vector control. In this study was performed the screening of five vector-borne diseases caused by the agents: Ehrlichia canis, Anaplasma phagocytophilum, Rickettsia conorii, Babesia canis and Leishmania infantum. This study focused on a population of a kennel of Setúbal, in which 80 dogs (29 males and 51 females), randomly chosen, were tested. The tests used were indirect fluorescence antibody (IFA) commercial. 58.75% of the animals tested animals were infected (20% co-infected and 38.75% single infections). The point prevalence for different pathogens was: Rickettsia conorii (23.75%), Babesia canis (20%), Ehrlichia canis (16.25%), Leishmania infantum (16.25%) and Anaplasma phagocytophilum (12.5%).
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3543
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Estudo de hemoparasitas transmitidos por vectores, em caes de canil.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE