UTL Repository >
FA - Faculdade de Arquitectura >
DCST - Departamento de Ciências Sociais e do Território >
DCST - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3467

Title: A construção da cidade pós-Quioto.Um projecto urbano para Sete Rios, Lisboa ; mobilidade, intensidade e verde
Authors: Simões, Inês Lobato
Advisor: Figueira, João Francisco
Keywords: Lisboa
Projecto da Cidade pós-quioto
Espaço Público
Estrutura verde
Fachadas Verdes
Hortas urbanas
Lisbon
Post-Kyoto
Urban Project
Public space
Green structure
Green Façadas
Urban kitchen-gardens
Issue Date: Jan-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Arquitectura
Citation: SIMÕES, Inês Lobato - A construção da cidade pós-Quioto.Um projecto urbano para Sete Rios, Lisboa ; mobilidade, intensidade e verde. Lisboa : FAUTL, 2011. Tese de Mestrado
Abstract: Na sequência de receios quanto ao curso do processo de aquecimento global, em 1989 criou-se o Intergovernmental Panel on Climate Change. Subsequentemente realizam-se diversas conferências, a mais importante das quais a de Quioto em 1997. Nesta apuraram-se objectivos gerais e metas concretas para a redução da emissão de gases com efeito de estufa, considerados a causa principal do aquecimento global. A União Europeia, Portugal e Lisboa, comprometeram-se com os objectivos de Quioto, tendo a Câmara Municipal de Lisboa (CML), através da Estratégia Energético-Ambiental, definido objectivos gerais tais como a melhoria da qualidade do ar exterior, redução do ruído, optimização do desempenho energético e da mobilidade urbana; metas ambiciosas para a redução de emissões e melhoria da eficiência energética. Reconheceu-se ser prioritário actuar no sector dos transportes, no sentido de alterar o actual padrão de mobilidade, excessivamente dependente do automóvel. O Plano Director Municipal considera a expansão da rede de eléctricos e a valorização da mobilidade suave, sendo que o Governo considera a expansão do Metro e a implementação do Carro Eléctrico (Mobi.e). Apesar das acções delineadas convergirem para a prossecução dos fins a alcançar, do estudo comparado de casos congéneres (sobretudo Paris e Freiburg), apurar-se-á alguma falta de ambição por parte de Lisboa. Com efeito, não basta privilegiar os meios de transporte próprios da cidade pós-Quioto, é ainda necessário que a cidade se desenvolva prioritariamente em torno dos “nós” já existentes do sistema metropolitano de transporte sobre carris (comboio, metro, eléctrico que, a par da mobilidade suave, são os meios de transporte mais amigos do ambiente). Assim, em alternativa ao Estudo Urbanístico encomendado pela CML em que se propõe a transformação da zona expectante de Sete Rios num nó rodoviário conjugado com espaços verdes, e considerando que esta zona constitui um dos principais nós do sistema metropolitano de transportes, propusemo-nos desenvolver um "pólo de urbanidade" multifuncional e denso, tanto no plano ambiental, como social e cultural – no espírito do que Jean Nouvel e outras equipas propõem para Paris – grande opção estratégica que se procurou compatibilizar com, entre outras, o desenvolvimento do espaço público (sem o qual a adopção da mobilidade suave certamente será residual), a clarificação da estrutura verde e reforço da dotação de verde, factor essencial para melhor preparar a cidade para expectáveis impactos do aquecimento global, tais como picos de calor e de pluviosidade. O tema do "verde", desempenha um papel central no relatório e na proposta projectual desenvolvida.
Amidst concerns about the global warming process the Intergovernmental Panel on Climate Change was constituted in 1989. Subsequently a number of conferences were held, namely in Kyoto, were general objectives and specific goals were defined for the reduction of greenhouse gases, considered the main cause of global warming. European Union, Portugal and Lisbon are committed to the objectives of Kyoto in 1997. The City of Lisbon (CML) adopted an Environmental and Energetic Strategy establishing general objectives such as the improvement of air quality, noise reduction, improvement of energy and of urban mobility efficiency; demanding goals for the reduction of greenhouse gases and energy efficiency. It was acknowledged the urgent necessity of acting on the urban transportation sector. The Master Plan (PDM) considers the development of the network of tramways and of light mobility, and the Government considers the development of the subway and the implementation of the Electric Car (Mobi.e). Although such projects converge towards the sought objectives, on the grounds of the research on case studies (mainly Paris and Freiburg), we will consider that the Lisbon lacks ambition. Indeed, it is clearly insufficient to develop the means of transportation congenial to the post-Kyoto city, it is also necessary that the city will develop in the near future close to existing nodes of the metropolitan network on tracks (train, subway and tramway, alongside light mobility, the most eco-friendly means of transportation). As an alternative to the Urban Project commissioned by the City for the Sete Rios area where a new traffic roundabout and green spaces is proposed, and considering that this arguably is the city's main transportation network, we are proposing an "urban pole", multifunctional and dense, both environmentally and socially and culturally -in line with the propositions put forward by Jean Nouvel and other teams for Paris -, a strategic guideline that we sought to combine with, among others, the clarification of the green structure and the development of the green endowment, a crucial factor in order to cope with the foreseeable impact of heat and rain impacts. In this report and in the respective urban project the focus is placed on the topic of "green".
Description: Tese de Mestrado em Arquitectura
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3467
Appears in Collections:BFA - Teses de Mestrado
DCST - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
FAULT-2011-InesSimoes-7504-ConstrCidadePosQuiotoVerde-Relato.pdf15.03 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE