UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
EER - Educação Especial e Reabilitação >
EER - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3444

Title: Contributo para o estudo da perturbação de hiperactividade e défice de atenção no sexo feminino : estudo comparativo das percepções dos professores de crianças em idade escolar
Authors: Figueira, Sara Sofia Venâncio
Advisor: Melo, Ana Isabel Amaral do Nascimento Rodrigues de
Keywords: Contexto escolar
Diferenças de sexo
Percepções
PHDA
Problemas de comportamento
Issue Date: 2011
Abstract: A PHDA é uma das mais estudadas e controversas perturbações da infância e da adolescência. A literatura aponta para a diferença de género, falando de diagnósticos tardios, instrumentos tendenciosos e sintomas ignorados. Assim, analisámos a percepção dos professores sobre os problemas de comportamento que meninos e meninas demonstram, a fim de aferir se existem diferenças. Para tal, comparámos um grupo de crianças de ambos o sexos com PHDA, com um grupo de crianças sem PHDA, do mesmo sexo, idade e ano de escolaridade. Adaptámos o “School Situations Questionnaire” (Barkley,1997), e a grelha de Avaliação de problemas de comportamento em casa e em locais públicos (1998), utilizada como guião de entrevista, que aplicámos a dez (N=10) professores de crianças com e sem PHDA. Procedeu-se à análise descritiva para os dados do questionário e à análise de conteúdo das entrevistas. Aferimos, através da percepção dos professores, a existência de diferenças ao nível do comportamento, relativamente a meninos e meninas com PHDA. Através da análise de conteúdo verificámos que, para a mesma situação, os professores encontram mais problemas nos meninos.
ADHD is one of the most studied and controversial childhood and teenage disorders. Literature points to the gender difference, “speaking” of late “diagnostics”, tendentious instruments and ignored symptoms. Thus, we analyzed the teachers' perception of the behavioral problems demonstrated by boys and girls, in order to infer if there are differences. With this in mind, we compared a group of children of both genders with ADHD to a group of children without ADHD with the same gender, age and grade. We have adapted “School Situations Questionnaire” (Barkley,1997), and “Assessment of Disruptive Behavior Across a Variety of Home and Public Situations” (1998), used as an interview guide, which we applied to ten (N=10) teachers of children with and without ADHD. A descriptive analysis of the questionnaire and a content analysis of the interviews were conducted. We have inferred, through the teachers' perception, the existence of behavioral differences between boys and girls with ADHD. Through the content analysis we have verified that, for the same situation, teachers find the boys to be more troublesome.
Description: Mestrado em Educação Especial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3444
Appears in Collections:EER - Teses de Mestrado
BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Sara_Figueira.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE