UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3427

Title: Banking Internationalization in Latin America: The Brazilian case, 1997- 2007 a panel analysis
Authors: Teles, Andrea Sequeira
Advisor: Sousa, Rita Martins de
Keywords: Bancos
internacionalização
Brasil
globalização
privatização
desregulamentação financeira
Banks
internationalization
Brazil
globalization
privatization
financial deregulation
Issue Date: May-2011
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Teles, Andrea Sequeira. 2011. "Banking Internationalization in Latin America: The Brazilian case, 1997- 2007 a panel analysis". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Abstract: Durante a década de 90 o setor bancário mundial passou por mudanças significativas. Um processo de internacionalização teve início em países desenvolvidos e em desenvolvimento, caracterizado por uma desregulamentação financeira, com barreiras de entradas mais fracas, globalização e desenvolvimento tecnológico. Após a crise Mexicana alguns países em desenvolvimento tiveram necessidade de realizar uma recapitalização no setor. A situação no Brasil era um pouco diferente, pois o país possuía um sistema financeiro com instituições problemáticas e para o aperfeiçoar havia necessidade de as vender ou de transferir o seu controlo. A privatização e o processo de internacionalização tornaram-se numa solução para este problema, e tiveram um papel muito importante durante este período. Este estudo analisa os efeitos da abertura do sistema bancário Brasileiro, e compara-os com o esperado de acordo com a teoria da internacionalização bancária. Diferenças de acordo com a dimensão dos bancos também serão estudadas, através da introdução de pequenos e médios bancos na amostra. A análise foi realizada utilizando dados de 18 bancos nacionais com portfólio comercial, durante o período de 1997 a 2007. Os resultados demonstram que o caso Brasileiro foi atípico, e assim difere do esperado de acordo com a teoria. A análise revelou que a rentabilidade dos bancos Brasileiros não diminuiu com a internacionalização do setor, pelo contrário até aumentou durante este período. Os resultados também permitem concluir que não houve um aumento da eficiência destes bancos nacionais em geral, na realidade os custos destes bancos aumentaram ao longo do tempo, negando a hipótese teórica de que deixariam a sua "quiet life". No entanto a associação existente entre ativos e eficiência, mostra que os maiores bancos se tornaram mais eficientes durante este período.
During the 90s, the banking sector went through significant changes worldwide. An internationalization process began in developed and developing countries, characterized by financial deregulation, weaker entrance barriers, globalization and new technological developments. In some developing countries, after the Tequila banking crisis, there was the need to recapitalize the sector. The situation in Brazil was different, the country had a financial system with problematic institutions and in order to improve it, these institutions had to be sold or had to have their control transferred. Privatization and internationalization were an answer to these problems, and had a crucial role during this period. This work analyses the results of the opening of the Brazilian banking sector, and compares it to what is expected according to the multinational banking theory. Differences between bank sizes will be studied by introducing smaller banks in the sample. The analysis is made by using data from 18 private Brazilian banks with a commercial portfolio, between the period of 1997 to 2007. The results show that the Brazilian case was not typical and that it does not follow what is expected by theory. It shows that national bank profits did not decrease during internationalization; as a matter of fact, it only increased recently. The results also show that national banks did not become more efficient in general and actually have increased their costs, going against the "quiet life" hypothesis. However the association with assets and efficiency shows that bigger banks probably became more efficient during this period.
Description: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3427
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_-_Andrea_Teles.pdf1.54 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE