UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Departamento de Economia / Department of Economics >
DE - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3295

Title: A internacionalização das empresas portuguesas: a experiência brasileira
Authors: Silva, Joaquim Ramos
Keywords: Investimento direto estrangeiro
processo de internacionalização das empresas
economia da língua comum
relações econômicas luso-brasileiras
Foreign direct investment
the process of internationalization of firms
economics of common language
Portuguese/Brazilian economic relations
Issue Date: 2005
Publisher: RAE Publicações
Citation: Silva, Joaquim Ramos. 2005. "A internacionalização das empresas portuguesas: a experiência brasileira". RAE - Revista de Administração de Empresas, 45(Edição especial Minas Gerais):102-115
Abstract: O artigo tem por objetivo investigar a internacionalização dos investimentos portugueses no Brasil de meados dos anos 1990 até o começo da década de 2000. Foram registradas cerca de 400 empresas lusitanas no país em 2003. Previamente, colocam-se várias questões empíricas e teóricas, e destaca-se a relevância do caso à luz dos grandes modelos de referência em matéria de internacionalização de empresas, em particular a escola nórdica (ou modelo de Uppsala) e o paradigma OLI de John Dunning. Enfatiza-se em seguida a contribuição dos determinantes culturais, globalmente considerados, desde o início do processo de investimento luso-brasileiro. Nesse contexto, o papel da língua comum é enfatizado. De passagem, analisam-se diversos tópicos, inclusive o da influência por vezes paradoxal da proximidade cultural sobre o investimento internacional. Por outro lado, os resultados a que foi possível chegar ajudam a preencher as lacunas deixadas pelas insuficiências teóricas ligadas à negligência do movimento internacional de fatores.
The goal of the article is to investigate the investments of Portuguese firms in Brazil from the middle of the 1990s to the early 2000s. By 2003, nearly 400 Portuguese subsidiary firms in Brazil were counted. After raising some previous empirical and theoretical topics, it is stressed the relevance of the case for the main reference models in the field of firms' internationalization, as the Nordic School (or Uppsala Model) and the OLI paradigm of John Dunning. Moreover, the paper underlines the contribution of cultural determinants, broadly speaking, from the outset of the Portuguese-Brazilian investment process. Under this framework, the role of the common language is particularly highlighted. At the same time, a few related topics are examined, including, in some situations, the paradoxical influence of the cultural proximity on foreign investments. On the other hand, these results contribute to fulfill the theoretical gap created by the long historical neglect of the research on international factors mobility.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3295
ISSN: 2178-938X
Appears in Collections:DE - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals

Files in This Item:

File Description SizeFormat
SILVA_Joaquim_Ramos_RAE_2005_A_Internacionalização.pdf104.82 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE