UTL Repository >
FMH - Faculdade de Motricidade Humana >
EER - Educação Especial e Reabilitação >
EER - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3280

Title: Avaliação do impacto da implementação de um programa de formação para o empreendedorismo em técnicos penitenciários
Authors: Damião, Sílvia Marina da Silva
Advisor: Simões, Maria Celeste Rocha
Keywords: Competências
Empreendedorismo
Emprego
Formação
Inclusão social
Reclusos
Issue Date: 2011
Abstract: O presente estudo teve como objectivo avaliar em que extensão a implementação de um Programa de Empreendedorismo para Reinserção Social de Reclusos (PERSR), em quatro estabelecimentos prisionais portugueses, se traduziu, na perspectiva dos técnicos superiores de reeducação (TSR), guardas prisionais e directores, em resultados positivos para os reclusos no que concerne o estabelecimento de negócio próprio, prossecução de estudos, trabalho por conta de outrem e não reincidência (no prazo de dois anos). A investigação decorreu em quatro estabelecimentos prisionais que integraram um projecto-piloto no âmbito do PERSR entre 2006 a 2007, promovida pela Direcção dos Serviços Prisionais. A amostra contemplou seis técnicos, dois guardas prisionais e um director de estabelecimento prisional. Como estratégia de investigação optou-se pelo método qualitativo e utilizou-se uma entrevista semi-estruturada, como instrumento de recolha de dados. As respostas transcritas foram submetidas a análise de conteúdo, com categorização à posteriori. As principais conclusões revelaram que, na perspectiva dos TSR, guardas e director, os objectivos primordiais do PERSR: obtenção de emprego por conta própria e/ou por conta de outrem e prossecução dos estudos e não reincidência, não foram atingidos pela maioria dos reclusos. A expressão dos resultados positivos revelou-se ao nível da melhoria de competências pessoais e sociais, nomeadamente ao nível da comunicação e comportamento assertivo e ao nível do desenvolvimento das capacidades de raciocínio e pensamento planeado. Um outro aspecto a realçar nesta investigação, perscrutadas as opiniões, foram o carácter inovador do tema empreendedorismo e a novidade e o entusiasmo suscitado pelas experiências associadas às metodologias do PERSR.
This study aimed to assess to what extent the implementation of a training program for entrepreneurship in four prisons resulted, in the perspective of the technicians, prison guards and director, in positive results as regards the raising of self-employment and or establishing their own business by the inmates. The research took place in four prisons integrated in a pilot project that was the implementation of a training program for entrepreneurship from 2006 to 2007, promoted by the Portuguese Prison Service. The sample included six technicians, two prison guards and a director. As a research strategy was chosen the qualitative method and used a semi-structured interview as the instrument of data collection. The answers, after transcribed, were subjected to content analysis, with the subsequent categorization. The main findings revealed that, in the perspective of the technicians, guards and director, the main objectives of the Program were not achieved. From the data analysis, the positive results are the improvement of personal and social skills, particularly the communication and assertive behaviour and level of development of thinking skills and planned thinking. To note in this investigation the entrepreneurship as a innovative subject and the innovation and enthusiasm aroused by the experienced Program methods.
Description: Mestrado em Educação Especial
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3280
Appears in Collections:EER - Teses de Mestrado
BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese _ Silvia Damião 2010.pdf979.55 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE