UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3090

Title: Estudo da Dimensão, Origem e Impacto da Crise Argentina de 2001
Authors: Rodrigues, Bruna Patrícia de Sousa Faria
Advisor: Couto, Eduardo
Issue Date: Dec-2010
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Rodrigues, Bruna Patrícia de Sousa Faria. 2010. "Estudo da Dimensão, Origem e Impacto da Crise Argentina de 2001". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Abstract: Este estudo centra-se na crise argentina de 2001. Teve como principais objectivos testar a hipótese da existência de contágio financeiro durante a referida crise, assim como a análise comportamental dos impactos ao nível das variáveis macroeconómicas na Argentina, durante o referido período. A contracção do produto que se iniciou em 1998 e o início da afectação por diversos choques externos, levaram a que a Argentina, já debilitada politica, social e economicamente, não pudesse cumprir com as obrigações decorrentes da sua dívida, entrando em profunda crise. Como suporte metodológico utilizaram-se a definição e o teste de contágio preconizados por Forbes e Rigobon (2002), por se entender serem os mais adequados aos objectivos pretendidos. A amostra utilizada consistiu nas rendibilidades diárias dos índices de acções de 10 países, os quais foram seleccionados tendo como critério a existência de relações financeiras e comerciais com a Argentina. Os resultados da aplicação do teste apontam para a não existência de contágio financeiro durante a crise argentina de 2001.
This study focuses on the Argentine crisis of 2001. It was designed primarily to test the hypothesis of the existence of financial contagion during that crisis, as well as behavioral analysis of impacts in terms of macroeconomic variables in Argentina during the period. The contraction of the product that began in 1998 and the beginning of the afectation due to several external shocks, led that Argentina, already weakened politically, socially and economically, could not comply with its obligations regarding its debt, entering into a deep crisis. As methodological support, were used the definition and test for contagion advocated by Forbes and Rigobon (2002), which were understood to be the most appropriate to the aims pursued. The sample used consisted of the daily returns of stock indices from 10 countries, which have been selected considering the criterion of existence of financial and trade relations with Argentina. The results of the test application point to the inexistence of financial contagion during the Argentine crisis of 2001.
Description: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3090
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_FINAL.pdf527.59 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
TESE_FINAL_Anexos.pdf757.17 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE