UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3006

Title: Estudo epidemiológico de diabetes mellitus na clínica veterinária de Santa Luzia II do concelho de Guimarães
Authors: Ramos, Joana Margarida Cabral
Advisor: Brito, Alexandre Nuno Vaz Baptista de Vieira e
Brito, Maria Teresa da Costa Mendes Vítor Villa de
Keywords: Diabetes mellitus
Cão
Gato
Glucómetro
Dog
Cat
Glucometer
Issue Date: 11-Mar-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: RAMOS, J. M. C. (2011). Estudo epidemiológico de diabetes mellitus na clínica veterinária de Santa Luzia II do concelho de Guimarães. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A diabetes mellitus é a doença endócrina mais comum no cão e no gato. Caracteriza-se por alterações, absolutas ou relativas, da secreção de insulina pelas células beta pancreáticas, ou da acção da insulina ou de ambas e tem como consequência uma hiperglicémia persistente. Trata-se de uma doença multifactorial cuja incidência tem vindo a aumentar tanto no cão como no gato. Os sinais clínicos mais comuns desta doença são poliúria, polidipsia, polifagia e perda de peso, encontrando-se por vezes outros sinais como letargia, cataratas e fraqueza nos membros posteriores. Apresenta maior incidência em cadelas inteiras e em gatos inteiros, surgindo em animais de meia-idade a idosos. São diversas as raças puras com predisposição para desenvolver diabetes mellitus, mas também pode ocorrer doença em animais de raça indeterminada. O diagnóstico é feito através dos sinais clínicos, da hiperglicémia persistente e da glicosúria e por vezes da cetonúria. Os animais diabéticos têm uma esperança média de vida de cerca de três anos, que pode ser prolongada ou diminuída em função da idade do animal quando o diagnóstico é realizado. Nos primeiros seis meses após o início da doença a taxa de mortalidade é elevada devido às complicações diabéticas e/ou doenças concomitantes. Este estudo compreendeu um rastreio de diabetes mellitus realizado a todos os animais com idade superior a um ano que se apresentaram na Clínica Veterinária de Santa Luzia II, por diversas causas. Foi realizado um inquérito a um total de 76 animais, assim como uma medição da sua glicémia através do auxílio de um glucómetro, seguindo-se o acompanhamento da evolução clínica dos dois gatos e seis cães classificados como animais diabéticos. No decorrer deste estudo, quatro de oito animais diabéticos normalizaram os seus níveis de glicémia após instituição do tratamento, dois animais melhoraram e normalizaram as suas concentrações de glicémia após resolução do hiperadrenocorticismo concomitante e os restantes dois não sobreviveram.
ABSTRACT - Epidemiologic study of diabetes mellitus at the Santa Luzia II Veterinary Clinic at the municipality of Guimarães - Diabetes mellitus is the most common endocrine disease in dog and cat. It is characterized by alterations, absolute or relative, of the insulin secretion by pancreatic beta cells, or of the insulin action or both, resulting in persistent hyperglycemia. This is a multifactorial disease whose incidence has increased in both dogs and cats. The most common signs of this disease are polyuria, polydipsia, polyphagia and weight loss, and sometimes other signs like lethargy, cataracts and weakness of the limbs. It has a higher incidence in entire female dogs and male cats and it appears in middle-age to old animals. There are several pure breeds with predisposition to develop diabetes mellitus, but it may also occur in crossbreds. The diagnostic is made through the clinical signs, the persistent hyperglycemia and the glycosuria and sometimes through ketonuria. The diabetic animals have a mean survival time of approximately three years but this can be prolonged or decreased in function of the age of the animal when diabetes mellitus is diagnosed. The mortality rate in the first six months after the beginning of the disease is high because of the diabetic complications and/or of the concurrent diseases. This study included a screening of diabetes mellitus on all animals over one year of age who came to the Santa Luzia II Veterinary Clinic, for different reasons. An inquiry was made to a total of 76 animals, as a measurement of their glycemia using a glucometer, followed by monitoring the clinical course of two cats and six dogs classified as diabetic. In this study, four of the eight diabetic animals normalized their glucose levels after initiation of the treatment, two animals improved and normalized their glucose levels after the resolution of the concomitant hyperadrenocorticism and only two did not survive
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3006
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Estudo epidemiológico de diabetes mellitus na clínica veterinária de Santa Luzia II do concelho de Guimarães.pdf359.75 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE