UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/3005

Title: Imunoterapia específica para alergénios como terapêutica da dermatite atópica canina : situação actual de conhecimentos dos médicos veterinários e dos proprietários
Authors: Silva, Catarina Tusto Cordeiro Borges da
Advisor: São Braz, Berta Maria Fernandes Ferreira
Martins, Ana Mafalda Lourenço
Keywords: Dermatite atópica canina
Imunoterapia específica
Alergénios
Individualização da imunoterapia
Informação
Proprietários
Canine atopic dermatitis
Specific immunotherapy
Allergen
Tailored immunotherapy
Information
Owners
Issue Date: 16-Feb-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SILVA, C. T. C. B. (2011). Imunoterapia específica para alergénios como terapêutica da dermatite atópica canina : situação actual de conhecimentos dos médicos veterinários e dos proprietários. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A dermatite atópica canina (cDA) é a doença atópica mais frequentemente diagnosticada no cão e pensa-se que o número de casos seja cada vez maior. A imunoterapia específica para alergénios (ITAE) consiste na administração de quantidades, gradualmente crescentes, de um alergénio, de forma a atenuar os sinais clínicos de cDA. A fim de se alcançar uma maior eficácia, esta terapêutica deve ser ajustada para cada caso. Assim, a escolha dos alergénios a incluir e do protocolo a seguir deve ser criteriosamente efectuada, tendo em conta a história clínica, o ambiente e a reacção individual de cada paciente. Este estudo teve como objectivo caracterizar a utilização da ITAE por parte dos Médicos Veterinários (MV) e tentar esclarecer se os conceitos acima descritos são aplicados na prática clínica corrente. Pretendeu-se também avaliar os proprietários dos pacientes alérgicos em relação aos seus conhecimentos sobre a ITAE e à vontade que demonstraram em aderir a esta terapêutica. No caso dos proprietários de animais que já realizaram ITAE durante um período mínimo de 6 meses, analisou-se o seu grau de satisfação com o tratamento. Para tal, foram realizados inquéritos a MVs, a proprietários de animais com cDA e a proprietários de animais que já realizaram ITAE. Concluiu-se que o conceito de ajustamento da ITAE a cada paciente não se encontra ainda bem esclarecido na classe Médico Veterinária. De facto, a maioria dos MVs não opta por ajustar o protocolo de administração e elegem os alergénios a incluir no tratamento exclusivamente com base nos resultados positivos das provas alergológicas. Os proprietários de pacientes com cDA têm uma opinião positiva sobre a ITAE e estão dispostos a aderir a esta. O nível de informação e de satisfação dos proprietários cujos animais já foram submetidos a este tratamento é elevado. Verificaram-se, assim, algumas lacunas na utilização da ITAE, pelo que se sugere que haja uma maior educação dos MVs sobre os aspectos práticos desta terapêutica, uma vez que estes se reflectem directamente na sua eficácia, sendo no entanto pouco valorizados pela generalidade dos clínicos. É também importante apostar na informação dos proprietários, com o intuito de aumentar a cooperação por parte destes e de obter melhores resultados clínicos.
ABSTRACT - Allergen specific immunotherapy as a treatment of canine atopic dermatitis – present situation of Veterinarian´s and owner´s knowledge on the subject - Canine atopic dermatitis is the most frequently diagnosed atopic disease in dogs and it seems to be increasing in the canine population. Allergen specific immunotherapy is based on the administration of gradually increasing doses of allergens, with the purpose of alleviating the clinical signs of canine atopic dermatitis. In order to achieve a greater effectiveness, this treatment should be tailored individually to each patient. Therefore, the allergens included and the protocol followed should be chosen carefully, taking into account the medical history, the environment and the individual reaction of each animal. The objective of this study was to analyze the use of immunotherapy by Veterinary clinicians and to verify if the above criteria are applied in current clinical practice. We also evaluated how much owners of allergic dogs know about this treatment and how willing they are to adhere to it. In those owners whose dogs had been submitted to immunotherapy for a period of at least six months, we wanted to know if they were satisfied with this treatment. Therefore, surveys were carried out to Veterinarians and owners of dogs which suffer from atopic dermatitis and which have undergone specific immunotherapy. We conclude that immunotherapy is not being individualized to each patient by most clinicians. In most cases the choice of the allergens is based on the positive titles of the serum-based tests, regardless of seasonality of clinical signs. The owners of dogs with atopic dermatitis have a good opinion of immunotherapy and are willing to adhere to it. Also the owners of dogs that have done this treatment demonstrated high levels of information and satisfaction. It is suggested that Veterinarians should pursue higher levels of education regarding the practical aspects of immunotherapy, which reflect on its effectiveness and are nonetheless not being taken into account in clinical practice. . It is also suggested to invest in the information of the owners as we also believe that client education is paramount to increase their cooperation and achieve better clinical results.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/3005
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Imunoterapia específica para alergénios como forma de tratamento da dermatite atópica canina.pdf5.14 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE