UTL Repository >
FA - Faculdade de Arquitectura >
DDCV - Departamento de Desenho e Comunicação Visual >
DDCV - Teses de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2987

Title: Press to impress. Vogue americana como image maker na era digital
Authors: Seixas, Joana Filipa de Araújo Novo Térrio
Advisor: Alves, Manuel
Keywords: Design de moda
Imprensa escrita de moda
Editores de Moda
Vogue USA
Anna (n.1949)
Issue Date: Dec-2010
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Arquitectura
Citation: SEIXAS, Joana Filipa de Araújo Novo Térrio - Press to impress. Vogue americana como image maker na era digital. Lisboa : FAUTL. 2010. Tese de Mestrado
Abstract: O presente trabalho desenvolve-se no âmbito do Design de Moda, Produção de Moda e Imprensa de Moda (revistas) e tem como tema a influência da imprensa escrita no campo disciplinar. Pretende-se analisar, interpretar, reflectir e obter indicações sobre o modo como a Vogue americana, mais concretamente a sua directora/editora-chefe, Anna Wintour, através da publicação das revista e dos seus conteúdos, assim como pela sua orientação editorial, tem influenciado, difundido, promovido e transformado a indústria de produtos de moda, condicionando os criadores e, simultaneamente, o comportamento dos consumidores. O desenvolvimento tecnológico dos meios de captação e de difusão de imagens – nomeadamente a fotografia digital -, tornou estes recursos técnicos em instrumentos eficazes de sedução dos públicos-alvo. Com um controle quase impossível de exercer sobre as imagens produzidas, o mundo em que vivemos transformou-se num mundo dominado pelas imagens, imagens que substituíram o texto como forma dominante de cultura, mas que se constituem, também como narrativas. No intuito de ultrapassar a concorrência, a Vogue americana desenvolve estratégias centradas na sua imagem como “vitrine/montra” de moda, promovendo ou despromovendo criadores e produtos de moda, levantando questões que giram à volta do trabalho das revistas de moda e da possível interferência das suas directoras na independência dos criadores. Anna Wintour, a directora/editora-chefe da Vogue, é a papisa que decide o que deve constar na bíblia da moda? Quem dita a moda? As editoras de moda, os criadores, os fotógrafos? A colaboração dos fotógrafos Mário Testino e Patrick Demarchelier na execução da capa e da produção fotográfica colour blocking para o famoso September Issue de 2007 (840 páginas), sob a direcção de Anna Wintour, cujo processo de composição/elaboração está na origem de um documentário com o mesmo título, são analisadas como estudo exemplificativo da relação entre a moda e as estratégias de imagem - que envolve celebridades, algumas vindas da indústria cinematográfica, introduzidas de modo inovador e apelativo nas capas e nas produções fotográficas da Vogue - assim como o papel/poder de Anna Wintour nele espelhado.
This study develops around the subject of fashion design, styling and fashion press (magazines). Its central theme is on the influence of fashion magazines in the area. It aims to analyse, interpret, reflect and obtain clues about how the fashion press, more precisely the American Vogue editor-in-chief Anna Wintour, has influenced, shared out, promoted and transformed the industry of fashion products and simultaneously constrained fashion designers as well as consumers’ behaviour. The technological advance in the means of capturing and spreading images – such as the digital photography – transformed these technical resources in efficient instruments of manipulation/seduction of the target audience. With an almost unfeasible control over the images produced, the world we live in has been transformed into a world dominated by images. The former have replaced text as the dominant form of culture but they have also become narratives. So as to overcome competition, the American Vogue has developed its image centred strategies acting as a ‘shop-window’ of fashion, endorsing or not endorsing fashion designers and fashions products. This has led fashion consumers to wonder about the role of fashion magazines and the interference of editors-in-chief in the autonomy of fashion designers. Is Anna Wintour, the editorin- chief of Vogue, the “pope” who decides what is to be published in the fashion bible? Who decides what is “in”? The fashion editors, the designers, the photographers? The collaboration of both photographers Mário Testino and Patrick Demarchelier in the making of the cover and in the colour blocking photo shoot for the famous 2007 September Issue (840 pages), under the supervision of its editorin- chief Anna Wintour, whose creation process is the basis of a documentary under the same title, is analysed considering the relationship between fashion and image strategies – that includes celebrities, some of which coming from the film industry, brought in as an innovative and attractive change to the covers and photo shoots of Vogue, as well as the role/power of Anna Wintour reflected in it.
Description: Tese de Mestrado em Design de Moda
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2987
Appears in Collections:BFA - Teses de Mestrado
DDCV - Teses de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
CAPA DiSS.pdf46.91 kBAdobe PDFView/Open
PARTE 1_DiSS Joana Seixas.pdf113.85 kBAdobe PDFView/Open
PARTE 2_DiSS Joana Seixas.pdf284.82 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE