UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2934

Title: A Globalização e a Crise de 2007
Authors: Cotovio, Marlene Jorge de Abreu
Keywords: Globalização
Crise Financeira
Crise Económica
Mercados Financeiros
Globalization
Financial Crises
Economic Crises
Financial Markets
Issue Date: Dec-2010
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Cotovio, Marlene Jorge de Abreu. 2010. "A Globalização e a Crise de 2007". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Abstract: O objectivo deste trabalho é estudar o fenómeno de globalização e a sua relação íntima com as crises que se geram. Neste caso específico, pretende-se estudar a evolução do fenómeno, que é a globalização e a sua relação intrínseca com a crise global mais recente (2007). A metodologia empregue integra consultas de artigos científicos, livros, jornais, revistas, etc, que permitam efectuar o estudo referido. A ausência de regulação e supervisão, por parte de entidades supranacionais e reguladoras potenciou, de forma decisiva, a rápida evolução da crise. Por fim, a preocupação necessária com o meio ambiente, num contexto de crise não é devidamente relevada, devido às pressões por parte dos diversos países (um acordo global é difícil de alcançar). Porém, um dos aspectos mais importantes a sublinhar perante a crise, é o facto de crises financeiras graves não serem arcaicas e não se encontrarem só na história passada. Esta situação reforça a necessidade de existência de uma regulação e supervisão assertiva, que acompanhe as evoluções dos mercados de forma a minimizar as probabilidades de práticas engenharia e criatividade financeira nefastas, protegendo a humanidade de crises semelhantes, no futuro. Finalmente importa acrescentar que a duração, profundidade e implicações desta crise ainda não são passíveis de comentar, pelo simples facto de ainda não se ter saído da mesma.
The objective of this work is the study of the phenomena of globalization and its intimate relation with the crisis which are generated. In this specific case, the evolution of the phenomena of globalization and its inherent relation with the most recent global crisis will be studied (2007). The methodology used includes consultation of scientific articles, books, newspapers, magazines, etc, which help research the above-mentioned topic. The lack of regulation and supervision by supranational and regulating entities was crucial to give rise to the rapid evolution of the crisis. Finally, the necessary concern with the environment, in a context of crisis is not focused enough due to pressure from various countries (it's difficult to reach a global compromise). However, one of the most important aspects to underline about the crisis is the fact that financial crisis are not archaic and they did not happen only in the past. This situation reinforces the need of regulation and assertive supervision which follow the evolution of the markets in order to minimize the chances of baleful experiences of financial engineering and creativity, and in order to protect the humanity from similar crisis in the future. Finally, one should add that the duration, depth and implications of this crisis cannot be commented, because it hasn't been solved yet.
Description: Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2934
Appears in Collections:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ESTE_ Glob e crise recente_Marlene.pdf8.26 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE