UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
Biblioteca Francisco Pereira de Moura / Francisco Pereira de Moura Library >
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2925

Title: Deprivation indicators on poverty and social exclusion
Authors: Monteiro, Pedro Miguel Pedrosa dos Santos
Advisor: Rodrigues, Carlos Farinha
Issue Date: 2010
Publisher: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citation: Monteiro, Pedro Miguel Pedrosa dos Santos. 2010. "Deprivation indicators on poverty and social exclusion". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Abstract: The purpose of this dissertation is to study the material deprivation indicators applied to the most recent conceptions of poverty and social exclusion, namely in the context of the European Union enlargement towards Eastern Europe. Social indicators are useful instruments for monitoring and evaluating a country’s level of development, providing means to assess the results and impacts of the politics pursued. In the framework of Poverty there has been an effort to introduce a wider and more complete concept of poverty in the construction of the indicators, pointing out the multidimensional nature of poverty, in opposition to the single use of monetary indicators, based on inputs, such as the measures of income. In recent years, with the generalization of the use of deprivation indicators, there has been a complementary approach to poverty measurement, focused on non-monetary measures that are concerned with the capacity of individuals to reach certain patterns of life and well-being. Deprivation indicators currently used allow us to measure the lack of material goods, but also to evaluate restrictions on the access to social life. Consistent Poverty is defined as the situation in which the incomes of an individual are inferior to a predetermined threshold, and simultaneously, there is a marginalization towards another dimension of daily life, such as having financial difficulties (to solve debt) or housing degradation. Through an empirical analysis, we will observe the way in which income indicators combine with deprivation indicators, in order to identify and suggest the adequate indicators and methodology for the measurement of poverty and social exclusion, in Portugal and in the European Union.
O objectivo desta dissertação é estudar os indicadores de privação aplicados às concepções de pobreza e exclusão social mais recentes, nomeadamente no contexto do alargamento da União Europeia a leste. Os indicadores sociais são instrumentos indispensáveis na avaliação e monitorização do nível de desenvolvimento de um país, permitindo estimar os resultados e impactos das políticas prosseguidas. No âmbito da Pobreza, tem sido desenvolvido um trabalho no sentido de introduzir conceitos mais amplos e completos de pobreza na construção dos indicadores, salientando a sua natureza multidimensional, em contraste com o simples uso dos indicadores monetários baseados em “inputs”, como são, por exemplo, as medidas de rendimento. Nos últimos anos, a generalização do uso dos indicadores de privação tem levado à implementação de uma abordagem complementar na medição da pobreza baseada em medidas não monetárias relacionadas com a capacidade dos indivíduos em atingir determinados padrões de vida e bem-estar. Os indicadores de privação usados actualmente permitem, de uma forma geral, medir a capacidade de aquisição de bens e serviços, mas também, apreciar restrições no acesso à vida em sociedade. A Pobreza Consistente é definida como a situação em que os rendimentos de um indivíduo são inferiores a um determinado patamar e, simultaneamente, se verifica uma marginalização em relação a outras dimensões da vida quotidiana, como sejam as dificuldades financeiras (em pagar empréstimos) ou a degradação habitacional. Por meio de uma análise empírica, iremos observar de que forma se ajustam e combinam os indicadores de rendimentos e os indicadores de privação, no intuito de identificar as metodologias e os indicadores mais adequados na medição da pobreza e exclusão social, em Portugal e na União Europeia.
Description: Mestrado em Economia e Políticas Públicas
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2925
Appears in Collections:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DIOPSE versão final aprovada.pdf646.58 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
CAPA versão final.pdf91.12 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE