UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2903

Title: Hérnias toraco-lombares do tipo I e II na espécie canis lupus familiaris : prognóstico a curto prazo após tratamento cirúrgico
Authors: Horta, Tânia Sofia Guerreiro
Advisor: Meireles, José Augusto Farraia e Silva
Ribeiro, João Carlos Gil da Silva
Keywords: Hérnia de disco intervertebral toraco-lombar
Grau de gravidade
Mielografia
Ressonância magnética
Hemilaminectomia dorso-lateral
Thoracolumbar intervertebral disk disease
Severity scale
Myelography
Magnetic ressonance imaging
Dorsolateral Hemilaminectomy
Issue Date: 24-Jan-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: HORTA, T. S. G. (2011). Hérnias toraco-lombares do tipo I e II na espécie canis lupus familiaris : prognóstico a curto prazo após tratamento cirúrgico. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A hérnia de disco intervertebral (HDI) caracteriza-se pela extrusão (hérnia Hansen tipo I) ou pela protrusão (hérnia Hansen tipo II) de um ou mais discos intervertebrais, mais comummente na região toraco-lombar, que pelo efeito de massa no canal medular ou pela concussão da medula espinhal, ou por ambos, causam uma disfunção neurológica do segmento medular afectado. Os sinais neurológicos podem variar desde ataxia e dor (menor gravidade), paraplegia e/ou incontinência (maior gravidade) até à morte em casos de mielomalácia ascendente. O grau de gravidade é estabelecido após a realização de um exame neurológico completo, que permite correlacionar os sinais clínicos com o prognóstico. O diagnóstico da HDI é baseado essencialmente no exame neurológico, e em exames imagiológicos tais como a mielografia, a tomografia axial computorizada ou a ressonância magnética. O tratamento pode ser simplesmente médico (repouso e anti-inflamatórios) nos casos de menor gravidade, mas nos pacientes que apresentam quadros clínicos de maior gravidade torna-se necessário o tratamento cirúrgico. Neste estudo foram analisados 13 cães, diagnosticados com HDI mediante mielografia (92,3%, 12/13) e ressonância magnética (7,7%, 1/13). Todos os 13 pacientes foram tratados cirurgicamente com a técnica descrita por Hemilaminectomia dorso-lateral, e subdivididos em 2 grupos consoante estavam acometidos por hérnia Hansen tipo I (61,5%, 8/13) ou por hérnia Hansen tipo II (38,5%, 5/13). Em ambos os grupos, os pacientes recuperaram o movimento voluntário e a capacidade de marcha apesar de o Grupo II ter demorado mais tempo que o Grupo I. No Grupo I recuperaram totalmente a propriocepção, enquanto todos os pacientes do Grupo II mantiveram alguns deficits proprioceptivos. A taxa de eutanásia neste estudo corresponde aos dois pacientes que não recuperam a percepção consciente da sensibilidade profunda e que tinham sido classificados em grau de gravidade 5 há mais de 48 horas. Os resultados obtidos neste estudo foram ao encontro do prognóstico, concluindo que os pacientes com hérnias do tipo I tratados cirurgicamente têm melhor prognóstico em relação aos pacientes com hérnias do tipo II mesmo que estejam em grau de gravidade maior. Contudo é de enfatizar que estas conclusões dizem apenas respeito a uma pequena população e para se obterem resultados mais fidedignos dever-se-ia aumentar a amostra estudada.
ABSTRACT - THORACOLUMBAR INTERVERTEBRAL DISC DISEASE TYPE I AND II IN THE SPECIE CANIS LUPUS FAMILIARIS: SHORT TERM PROGNOSIS AFTER SURGERY - The intervertebral disc disease (IVDD) is characterized by extrusion (Hansen type I) or protrusion (Hansen type II) of one or more intervertebral discs, most commonly in the thoracolumbar region, which by mass effect in the spinal canal or by concussion of the spinal cord, or both, causes a neurological dysfunction of the affected medullary segment. The neurological signs can range from ataxia and pain (minor severity), paraplegia and/or incontinence (major severity), to death in cases of ascending myelomalacia. The severity is established after conducting a thorough neurological examination and it allows correlating clinical signs with the prognosis. The diagnosis of IVDD is based on neurological examination, imaging exams such as myelography, computerized tomography or magnetic resonance. The treatment may simply be conservative (rest and anti-inflammatory drugs) in less serious cases, but patients with more severe grade require surgical treatment. In this study, 13 dogs were examined and diagnosed with IVDD by myelography (92,3%, 12/13), and magnetic resonance imaging (7,7%, 1/13). All 13 patients were treated surgically with the technique described by dorso-lateral hemilaminectomy, and subdivided into two groups depending on whether they were suffering from Hansen type I disc disease (61,5%, 8/13) or type II (38,5%, 5/13). In both groups, patients regained voluntary movement and the ability to walk, despite that the Group II have taken more time than Group I. In Group I, all patients have recovered the proprioception, while all patients in Group II retained some proprioceptive deficits two months after surgery. The rate of euthanasia in this study corresponds to two patients who did not regain conscious perception of deep sensation that had been classified as grade 5 (> 48 hours). The results of this study meet the expected outcome, concluding that patients with type I disc disease treated surgically have better prognosis compared to patients with type II disc disease even if they were in a most severe grade. However is important emphasize that these findings relate only to a small population and to obtain more reliable results the study population should be increased.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2903
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Hernias toraco-lombares do tipo I e II na especie Canis lupus familiaris.pdf8.21 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE