UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2895

Title: Morte súbita em cães e gatos : estudo retrospectivo de 213 casos (2000-2009)
Authors: Gonçalves, Mafalda Portugal Ribeiro Pires
Advisor: Niza, Maria Manuela Grave Rodeia Espada
Pissarra, Hugo Abel Sampaio Monteiro Martins
Keywords: Morte súbita
Cães
Gatos
Cardiomiopatia
Intoxicações
Sudden death
Cats
Dogs
Cardiomyopathy
Poisoning
Issue Date: 26-Jan-2011
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: GONÇALVES, M. P. R. P. (2010). Morte súbita em cães e gatos : estudo retrospectivo de 213 casos (2000-2009). Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: Em medicina veterinária, a morte súbita é uma síndrome que afecta animais que se apresentam aparentemente saudáveis, não só para os proprietários, mas também para os médicos veterinários assistentes. A sua definição reveste-se de características científicas precisas e tem implicações sociais próprias. Os objectivos deste estudo foram determinar as causas que levam à morte súbita de canídeos e felídeos, estabelecendo relações epidemiológicas. Foram analisadas as requisições de exame necrópsico e respectivos relatórios anatomo-patológicos referentes ao período entre Janeiro de 2000 e Dezembro de 2009, pertencentes à secção de Anatomia patológica da FMV-UTL. A morte súbita foi a causa de morte em 6,2% (n=60) do número total de necrópsias realizadas em felídeos e 6,3% (n=153) das realizadas em canídeos. Estes constituíram um grupo de animais aparentemente saudáveis que morreram repentinamente sem sintomatologia presenciada pelos proprietários. Foi considerado um período máximo de 10 horas entre a ocasião em que foram vistos pela última vez com vida e posteriormente encontrados mortos. Foram, também, incluídos os animais considerados saudáveis pelo proprietário e/ou médico veterinário que desenvolveram sintomas nas 6 horas antes da morte. Da análise da população total de felídeos presentes, observou-se que, a maior parte dos animais que morreram subitamente eram do sexo masculino, de raça Europeu Comum, com idades compreendidas entre 1 e 6 anos. A morte nestes 60 animais deveu-se sobretudo a pneumonia exsudativa, cardiomiopatia hipertrófica, edema agudo do pulmão, panleucopénia felina, lipomatose cardíaca, intoxicação por organofosforados e insuficiência renal aguda. Da análise da população total de canídeos, observou-se que a maior parte das mortes súbitas ocorreu em machos, de raça pura, sendo a mais representada a Pastor Alemão. A morte súbita foi mais comum na faixa etária entre 1 e 6 anos. A principal causa de morte súbita foi devido a síndrome de dilatação-torção de estômago, seguida por intoxicações por pesticidas, tromboembolismo pulmonar, estenose sub-áortica, cardiomiopatia dilatada, parvovirose, edema agudo do pulmão e lipomatose cardíaca. Tanto em gatos como em cães, na maioria das vezes não foi presenciada qualquer sintomatologia e em 13% e em 7%, respectivamente, a causa de morte foi inconclusiva.
ABSTRACT - Sudden death in dogs and cats – Retrospective study of 213 cases (2000-2009) - In veterinary medicine, sudden death is a syndrome that affects animals which are apparently healthy, not only for their owners, but also for their veterinarians‟ practitioners. Its definition has precise scientific features and specific social issues. The aim of this study was to determine the causes of sudden death of dogs and cats, establishing epidemiologic relations. Necropsy records of the department of pathological anatomy of the FMV-UTL, between January 2000 and December 2009, were analyzed. The data collected included clinical signs immediately before death, and post-mortem histopathological reports. Sudden death was the cause of death in 6,2% (n=60) of necropsies performed in cats and 6,3% (n=153) conducted in dogs. They constituted a group of apparently healthy animals that had died suddenly without symptoms attended by the owners, for a maximum of 10 hours between the time when they were last seen and the time that they were found dead, or when changes in their clinical status were witnessed by the owners in the last 6 hours before their death. Analysing the total population of these cats, it was observed that most animals that had died suddenly were males, of European shorthair breed, aged between 1 and 6 years. Death in these 64 animals was mainly due to exudative pneumonia, hypertrophic cardiomyopathy, acute pulmonary edema, feline panleukopenia virus, cardiac lipomatosis, organophosphate poisoning and acute renal failure. Analysing the total population of dogs, it was observed that most sudden deaths occurred in males, purebred, being the most represented the German shepherd breed. Sudden death was more common between the ages of 1 and 6 years. The main cause of sudden death was due to gastric dilation-volvulus syndrome, followed by pesticide poisoning, pulmonary thromboembolism, sub-aortic stenosis, dilated cardiomyopathy, canine parvovirus infection, acute pulmonary edema and cardiac lipomatosis. In cats and dogs, most of the time no symptoms were witnessed and in 13% and 7%, respectively, the cause of death was inconclusive.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2895
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese - versão digital.pdf1.94 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE