UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2603

Title: Quantificação da proteína C reactiva em cães traumatizados e sua importância na unidade de cuidados intensivos : estudo preliminar
Authors: Pina, Maria Raquel Laires Fraga Morais de
Advisor: Almeida, Nuno Gonçalo Paixão Amaral dos Santos
Pomba, Maria Constança Matias Ferreira
Keywords: Proteína C Reactiva
Cão
Trauma
Morbilidade
Mortalidade
C-reactive Protein
Dog
Morbility
Mortality
Issue Date: 29-Nov-2010
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: PINA, M. R. L. F. M. (2010). Quantificação da proteína C reactiva em cães traumatizados e sua importância na unidade de cuidados intensivos: estudo preliminar. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: Em Medicina Humana, as proteínas de fase aguda são utilizadas para verificar/avaliar a presença de inflamação/infecção, evolução de uma patologia, ou resposta a tratamento. A existência da Proteína C Reactiva canina (PCR-c) foi confirmada em 1984. Este estudo teve como objectivo primordial a quantificação das concentrações séricas da PCR-c, em pacientes com história de trauma (n=12), admitidos na unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Veterinário Central, bem como a sua interpretação, tendo em conta as diferenças entre os níveis médios observados nestes pacientes e em pacientes saudáveis (Grupo Controlo, GC) (n=10). Procedeu-se à recolha de amostras de sangue de cada paciente incluído no Grupo de Estudo (GE), imediatamente após entrada no já referido Hospital ou imediatamente antes da cirurgia (T0), no decorrer da hospitalização (T1), e nos pacientes em que tal foi possível (n=8), durante o período de recuperação (T2). Nos animais pertencentes ao GC procedeu-se à recolha de uma única amostra. As concentrações da PCR-c foram quantificadas pelo método ELISA – técnica “sandwich” (“PhaseTM Range Canine C-reactive Protein Assay – Tridelta Development Limited, Irlanda”). Pretendeu-se simultaneamente, com este estudo, relacionar os níveis séricos da PCR-c com a gravidade da lesão, reflectida na morbilidade/mortalidade do paciente em questão, tendo-se para tal estudado a correlação entre as concentrações máximas (μg/ml) da PCR-c em 10 dos 12 pacientes do GE e o tempo decorrido até à sua recuperação (dias). Concluiu-se que as concentrações da PCR-c estavam acima dos valores normais (<6 μg/ml) em todos os pacientes com história de trauma. As concentrações em T0 (71,758±52,672 μg/ml), mostraram-se significativamente elevadas quando comparadas às concentrações da PCR-c no GC (2,375±1,953 μg/ml) (p<0,001). Não existiu um decréscimo nas concentrações médias da PCR-c no decurso do tratamento médico/cirúrgico. Existe uma fraca correlação entre os níveis máximos da PCR-c e o número de dias de recuperação (r= 0,0043).
ABSTRACT - In human medicine, the acute phase proteins are used to verify/evaluate the presence of inflammation/infection evolution of a disease, or response to treatment. The existence of canine C-reactive Protein (CRP-c) was confirmed in 1984. The main objective of this study was the quantification of serum concentrations of CRP-c in patients with a trauma history (n=12), admitted to the Intensive Care Unit of the Central Veterinary Hospital, as well as their interpretation, taking into account the differences between the average levels observed in these patients and in healthy patients (Control Group, CG) (n=10). Blood samples were collected from each patient included in the study group (SG), immediately after entering the hospital cited or immediately before surgery (T0), during hospitalization (T1) and, when it was possible, (n= 8) during the recovery period (T2). A single sample was collect in animals belonging to the CG. The CRP-c concentrations were quantified by ELISA method - Sandwich Tech nique (“PhaseTM Range "Canine C-Reactive Protein Assay - Tridelta Development Limited, Irland”). At the same time, we also intended to correlate the CRP-c serum levels with the severity of the injury, reflected in the patient morbility/mortality. To accomplish this, the correlation between the CRP-c maximum concentrations (μg/ml) in 10 of 12 patients from SG and the elapsed time until their recovery (in days) was studied. Concentrations of CRP-c were above normal values (< 6 μg/ml) in all patients with a history of trauma. The concentrations at T0 (71.758 ± 52.672 μg/ml) were significantly high then the concentrations of CRP-c in CG (2.375 ± 1.953 μg/ml) (p<0,001). During the medical / surgical treatment there wasn’t a decrease in the average concentrations of CRP-c. There is a poor correlation between the maximum levels of CRP-c and the number of days of recovery (r=0, 0043).
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2603
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Quantificaçao da Proteína C-Reactiva em caes traumatizados e sua importancia na unidade de cuidados intensivos.pdf2.38 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE