UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2211

Title: Relação entre os sinais clínicos e os achados laboratoriais de hematologia e provas bioquímicas em cadelas com piómetra
Authors: Santos, Maria Carolina Seabra Coelho de Albuquerque
Advisor: Vannucchi, Camila Infantosi
Mateus, Luísa Maria Freire Leal
Keywords: Cadela
Piómetra
HQE
Progesterona
Eschericia coli
Endotoxémia
SRIS
Bitch
Pyometra
CEH
Progesterone
Endotoxemia
SIRS
Issue Date: 9-Jul-2010
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SANTOS, M. C. S. C. A. (2010). Relação entre os sinais clínicos e os achados laboratoriais de hematologia e provas bioquímicas em cadelas com piómetra. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A piómetra é uma das doenças ginecológicas mais frequentemente observadas em cadelas idosas. Como consequência de ciclos éstricos repetidos, o útero da cadela sofre alterações associadas a hiperplasia quística endometrial (HQE). Durante o estro, o útero comprometido é invadido por bactérias patogénicas oportunistas, essencialmente Eschericia coli, que, possuindo determinados factores de virulência, são capazes de proliferar no seu interior. Devido à acumulação de fluido secretado pelas glândulas uterinas, à presença de quistos endometriais e a uma imunidade local reduzida, estão criadas condições propícias para o estabelecimento da infecção com a subsequente acumulação de pús no interior do útero e a manifestação de diferentes graus de doença sistémica. Esta associação é comummente referida como complexo HQE-piómetra. A etiopatogenia da doença mantém-se pouco clara mas crê-se estar associada a uma disfunção uterina relacionada com um desequilíbrio na resposta do endométrio à progesterona. A idade, a raça, o número de partos e a administração de progestagénios são alguns dos factores que predispõem ao desenvolvimento da piómetra. Os sinais clínicos variam de acordo com a patência do cérvix e são mais evidentes nas piómetras fechadas, as quais se acompanham frequentemente de manifestações sistémicas, alterações em vários órgãos e na homeostasia, choque endotoxémico e morte. O diagnóstico pode ser realizado através da avaliação da história pregressa, da evidência dos factores predisponentes, dos sinais clínicos, dos exames laboratoriais e da ecografia. Enquanto a piómetra fechada requer frequentemente tratamento cirúrgico urgente, novas opções de tratamento médico para as piómetras abertas têm sido publicadas. Com este trabalho pretende-se rever a etiopatogenia da piómetra, os seus aspectos clínicos, diagnóstico e tratamento, o modo através do qual se desenvolve a reacção sistémica, bem como avaliar a relação entre os sinais clínicos ou a ocorrência de Síndrome de Resposta Inflamatória Sistémica (SRIS) e a gravidade da doença. Tendo por base uma amostra de 170 cadelas com piómetra, observou-se anemia em 51,2%, alterações no leucograma em 90,1%, alteração de ALT e/ou FA em 29,4%, azotémia em 17,6%, ocorrência de SRIS em 78,9% e uma taxa de mortalidade de 10,6%. A análise estatística sugere que a diminuição da ingestão de água, a ocorrência de piómetra fechada, de SRIS ou de febre, a contagem de bastonetes, o hematócrito, a creatinina e o intervalo entre o primeiro sinal clínico e a consulta poderão ser usados como indicadores de prognóstico nesta doença.
ABSTRACT - Pyometra is one of the most common gynaecological diseases in old bitches. As a consequence of repeated oestrus cycles, the bitch uterus goes through modifications associated to cystic endometrial hyperplasy (CEH). During oestrus, the compromised uterus is invaded by opportunist pathogenic agents, mainly Eschericia coli, that, possessing certain virulent factors, are capable of striving inside it. Due to the accumulation of fluid which is produced by the uterine glands, the existence of endometrial cysts and the local reduced immunity, proper conditions to the infection establishment are created and then pus accumulates in the uterine lumen and different grades of systemic disease are shown. This association is commonly referred as CEH-pyometra complex. The etiopathogenesis of the disease remains unclear but it is believed to be associated with an uterine dysfunction related to an unbalanced answer of the endometrium to progesterone. Age, breed, birth giving number and the administration of progestagens are some of the factors which are prone to the development of pyometra. The clinical signs vary according to the cervix patency and are more visible in closed pyometras. These usually go along with systemic signs, changes in several organs and in homeostasis, endotoxic shock or even death. The diagnosis can be done by evaluating the history, by the evidence of predisposed factors, clinical signs, lab exams or ultrasonography. While the closed pyometra usually require an urgent surgery, new options of medical treatment for open pyometra have been published. This work aims at reviewing the pyometra etiopathogenesis in bitches as well as its clinical aspects, diagnosis and treatment, the way the systemic reaction occurs and also determine the correlation between the clinical signs or the occurrence of Systemic Inflammatory Response Syndrome (SIRS) and the seriousness of the disease. Being based on a sample of 170 bitches suffering from pyometra, anaemia was observed in 52,2%, changes in the leucogram in 90,1%, changes in the liver lesion tests in 29,4%, azotemy in 17,6%, ocurrence of SIRS in 78,9% and a death rate of 10,6%. In this study, statistic analysis suggest that the decrease in water intake, the occurrence of a closed pyometra, SIRS or fever, the band cells count, the packed cell volume, the creatinine and the time difference between the first clinic sign and ovariohysterectomy can be used as prognostic indicators in this disease.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2211
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
RELAÇÃO ENTRE OS SINAIS CLÍNICOS E OS ACHADOS LABORATORIAIS DE HEMATOLOGIA E PROVAS BIOQUÍMICAS EM CADELAS COM PIÓMETRA.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE