UTL Repository >
Faculdade de Medicina Veterinária >
Biblioteca >
BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/2208

Title: Estudo das alterações do metabolismo dos hidratos de carbono em gatos com neoplasia
Authors: Silva, Joana Isabel Gomes Rodrigues da
Advisor: Félix, Nuno Manuel Mira Flor dos Santos
Dias, Graça Maria Leitão Ferreira
Keywords: Caquexia
Gatos
Neoplasia
Metabolismo dos hidratos de carbono
Cachexia
Cats
Neoplasia
Carbohydrate metabolism
Issue Date: 2-Jun-2010
Publisher: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citation: SILVA, J. I. G. R. (2010). Estudo das alterações do metabolismo dos hidratos de carbono em gatos com neoplasia. Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Abstract: A neoplasia constitui em Medicina Veterinária uma doença de extrema importância, afectando cães e gatos de todas as idades e constituindo uma das principais causas de morte nestas espécies (Withrow & Vail, 2007). Em Oncologia Veterinária, é cada vez mais frequente a detecção de síndromes paraneoplásicas , que requerem uma melhor compreensão para que seja possível um acompanhamento clínico mais adequado, tal como é realizado em Seres Humanos. A presente dissertação propôs-se a estudar as alterações relacionadas com o metabolismo dos hidratos de carbono em gatos com vários tipos de neoplasias, comparandoos com gatos saudáveis, através de um protocolo semelhante ao realizado em cães com neoplasias não hematopoiéticas e linfoma (Ogilvie et al, 1992; Ogilvie et al, 1997). Visou determinar a existência de alterações em determinados parâmetros (glucose, insulina, cortisol, adrenalina e lactato) que pudessem ser estabelecidos como factores de prognóstico neoplásico, bem como possíveis indicadores precoces de caquexia oncológica. A população em estudo consistiu em dois grupos de cinco gatos cada, de raça Europeu Comum, com idades de 3,75±2.66 anos (média±erro padrão) e 9,6±2,97 anos (média±erro padrão) e pesos de 3,74±0,70 kg (média±erro padrão) e 4,7±1,58 kg (média±erro padrão), para os grupos Controlo e Neoplasia, respectivamente. Para efeitos do estudo, os animais foram submetidos a um jejum de 12 horas, após o qual foi feita a primeira recolha de sangue (tempo zero). O passo seguinte consistiu na administração de glucose a 30% (500mg/kg p.v.) e subsequentes recolhas aos 30 e 60 minutos. Não foi detectada uma diferença significativa entre os pesos dos dois grupos, quando analisados através da análise de variância ANOVA (p>0,05). O mesmo não ocorreu com as idades, já que a diferença entre os dois grupos, foi estatisticamente significativa (p<0,05). Foram encontradas diferenças significativas entre os valores médios de glucose dos dois grupos, no tempo zero (p<0,05), assim como entre os tempos 30 e 60 do grupo Neoplasia (p<0,05); entre os valores médios de cortisol para os tempos 30 e 60 do grupo Neoplasia (p<0,01); entre os valores médios de insulina para os tempos 30 e 60 do grupo Neoplasia (p<0,05); e entre valores médios de lactato dos dois grupos, no tempo zero (p<0,05), assim como entre os tempos 30 e 60 do grupo Neoplasia (p<0,01). Embora não tenha sido possível estabelecer um factor de prognóstico neoplásico em gatos baseado na presença destas alterações, devido à impossibilidade de acompanhamento dos animais, foi possível encontrar semelhanças entre esta e outras espécies, sobretudo a Humana, permitindo classificar os animais em termos de grau de caquexia oncológica
ABSTRACT - Cancer is an important disease in Veterinary Medicine. It affects dogs and cats of all ages and is now considered as one of the leading causes of death in these species (Withrow & Vail, 2007). In Veterinary Oncology, the presence of paraneoplastic syndromes is becoming highly frequent, leading to the need for a better patient follow up, one that would be similar to what is currently performed in Human Medicine. The present work aimed at characterizing the changes in carbohydrate metabolism related to the development of cancer in cats when compared to healthy animals. The experimental protocol was based on a protocol previously validated for dogs with nonhematopoietic malignancies and lymphoma (Ogilvie et al, 1992; Ogilvie et al, 1997). Glucose, insulin, cortisol, ephinephrine and lactate concentrations were determined at several time points for both groups. Changes in these parametres were analysed to assess any correlation between them and their diagnostic value for detecting an early phase of cancer cachexia. Their prognostic value for the two groups, of five cats each, was established. The cats were crossbread and had an average age of 3,75±2.66 years (mean±standard error) and 9,6±2,97 years (mean ±standard error), for Control and Neoplasia, respectively. Their mean weight was 3,74±0,70 kg (mean ±standard error) and 4,7±1,58 kg (mean ±standard error), regarding the Control and Neoplasia group, respectively. Briefly, after a 12-hour fasting period, blood samples were taken at zero, 30 and 60 minutes after the administration of 500 mg of 30% glucose/kg of body weight IV. ANOVA was used to analyse the collected data. There was no significant difference between the weight of both groups (p>0,05). There was a significant difference between the age of both groups (p<0,05). Significant differences were found in mean glucose concentrations between the two groups for the pre-glucose time, aswell as between times 30 and 60 minutes in the Neoplasia group (p<0,05); in mean cortisol concentrations between 30 and 60 minutes in the Neoplasia group (p<0,01); in mean insulin concentrations between 30 and 60 minutes in the Neoplasia group (p<0,05); and in lactate mean concentrations between groups for the pre-glucose time, aswell as between times 30 and 60 minutes in the Neoplasia group (p<0,01). Although it wasn’t possible to establish a prognostic value in cats to these changes, similarities were found between these results and the data reported for other species, especially for Humans in the same conditions. The changes measured also permited to classify the cats in the Neoplasia group regarding their cachectic status.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/2208
Appears in Collections:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Estudo das Alterações do Metabolismo dos Hidratos de Carbono em Gatos com Neoplasia.pdf2.49 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE