UTL Repository >
ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão / ISEG - School of Economics & Management Lisbon >
SOCIUS - C.I. em Sociologia Económica e das Organizações / SOCIUS - R.C. of Econ. Sociology and Sociology of the Organisations >
SOCIUS - Documentos de Trabalho / SOCIUS - Working Papers >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.5/1998

Title: A Reforma do Dividendo Populacional Consequências Económicas e Sociais do Envelhecimento da População
Authors: Fialho, Djalita
Keywords: Envelhecimento da população
baby boom
segurança social
reforma
regimes de pensões
bem-estar social
Issue Date: 2006
Publisher: ISEG - SOCIUS
Citation: Fialho, Djalita. 2006. "A Reforma do Dividendo Populacional Consequências Económicas e Sociais do Envelhecimento da População". Instituto Superior de Economia e Gestão – SOCIUS Working papers nº 10/2006
Series/Report no.: SOCIUS Working papers;10/2006
Abstract: Este texto pretende analisar alguns dos impactos económicos e sociais do envelhecimento da geração que contribuiu para os "trinta gloriosos anos" de progresso e crescimento económico que se seguiram à II Guerra Mundial. São abordadas as consequências económicas e sociais da passagem à reforma daquele que, entre 1945 e 1975, pode ser considerado o verdadeiro dividendo populacional dos países mais desenvolvidos de hoje - é verdade que num contexto socio-económico muito distinto do actual. Os desafios que se apresentam com o envelhecimento da população põem em causa não só a competitividade económica dos países afectados por este fenómeno, como a sustentabilidade do elo social, garantido por um relacionamento económico inter-geracional. Este nexo geracional - centrado em sistemas de segurança social que, até à data, têm garantido a redistribuição do rendimento dos indivíduos activos para os inactivos - pode, de facto, ruir, caso se mantenha a actual tendência de aumento do rácio de dependência das gerações mais velhas. A resposta parece estar na promoção de um relacionamento económico sustentável entre as gerações nos domínios da segurança social e da competitividade económica. Assim, são propostas neste texto algumas opções de políticas que se acreditam correctivas das indesejáveis consequências económicas e sociais do envelhecimento da população, nomeadamente a reforma dos regimes de pensões, políticas de migração favoráveis à entrada de imigrantes, políticas de incentivo à natalidade e políticas de formação contínua.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1998
Publisher version: http://pascal.iseg.utl.pt/~socius/publicacoes/wp/wp200610.pdf
Appears in Collections:SOCIUS - Documentos de Trabalho / SOCIUS - Working Papers

Files in This Item:

File Description SizeFormat
wp200610.pdf274.47 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

 
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE